Você está aqui

Quirguistão

Médicos de MSF e do Ministério da Saúde no hospital Kara-Suu. (Foto: Joosarang Lee/MSF)
Quirguistão
Paises em que MSF atua
Em 2018, Médicos Sem Fronteiras (MSF) explorou formas inovadoras de apoiar pacientes com tuberculose resistente a medicamentos (TB-DR) no distrito de Kara-Suu, onde as taxas de TB estão entre as mais altas do país.
 
O Quirguistão é um dos países com as mais altas taxas de TB multirresistente  a medicamentos (TB-MDR) do mundo. Ajudamos os pacientes a estarem mais próximo do atendimento, reduzindo ou eliminando o tempo que gastam no hospital.
 
Em 2018, introduzimos o tratamento com observação por vídeo, para apoiar a adesão de pacientes com TB-DR à medicação. Também apoiamos 103 instalações de cuidados de saúde primária em Kara-Suu, para iniciar a coleta de amostras de escarro, permitindo o rastreio descentralizado da TB. Até o fim do ano, mais de 70% dos pacientes com TB-DR no distrito estavam em tratamento ambulatorial; apenas um pequeno número ainda foi internado, para garantir um acompanhamento rigoroso e a gestão dos efeitos colaterais. Em março, o sétimo simpósio regional de MSF sobre TB foi realizado em Bishkek, reunindo mais de 160 especialistas euro-asiáticos para discutir novas abordagens do tratamento e como aumentar o uso de novos medicamentos e ferramentas de diagnóstico.
 
Continuamos os preparativos  para  lançar o ensaio clínico endTB com o objetivo de encontrar tratamentos radicalmente mais curtos, mais toleráveis e sem injeções para a TB-MDR. Infelizmente, após três anos de trabalho preparatório, no fim do ano foi tomada a difícil decisão de não executar o ensaio no Quirguistão pelo atraso na obtenção de aprovação regulatória. 
 
Em Aidarken, região de Batken, onde a prevalência de doenças não transmissíveis (DNTs) é a mais alta do Quirguistão, continuamos a diagnosticar e tratar DNTs e a oferecer assistência médica a gestantes e crianças. Com o apoio de especialistas técnicos e em colaboração com o Ministério de Situações de Emergência, também realizamos uma pesquisa sísmica, examinando os riscos de terremoto para os moradores de Batken, incluindo o potencial de poluição por metais pesados pela presença de minas de mercúrio e antimônio.
 

MSF atua no país desde 2005.

 

Dados de 2018:

Consultas ambulatoriais
Consultas pré-natal
Pacientes iniciaram tratamento para tuberculose resistente a medicamentos
5.640
1.870
79

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar