Nas Ruas

Médicos Sem Fronteiras (MSF) está presente nas ruas do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Campinas e Porto Alegre para captar novos Doadores Sem Fronteiras.

Vestidos com coletes brancos e identificados com crachás, nossos captadores de recursos estão prontos para conversar com você sobre ajuda médico-humanitária e a importância do apoio ao nosso trabalho.

1.

Onde estão?

Eles estão em diversas localidades, áreas de grande fluxo de pessoas, onde pode haver interessados em ajudar ou conhecer mais sobre a atuação de MSF em mais de 70 países.

Não hesite em parar para uma conversa rápida e agradável. Assim, você pode entender um pouco melhor o trabalho da organização e nos ajudar a levar ajuda médico-humanitária a quem mais precisa.

2.

Como funciona?

O processo é simples, rápido e seguro. Basta fornecer seus dados ao captador, escolher o método de pagamento da sua preferência e se cadastrar como doador mensal. As equipes trabalham cadastrando novos doadores a partir de dois métodos: cartão de crédito ou débito em conta.

Os dados são enviados para o sistema da organização e, a partir daí, os interessados já se tornam Doadores Sem Fronteiras.

É graças a essas contribuições constantes que podemos nos planejar e agir rapidamente em situações de emergência, como conflitos armados, epidemias, e desastres naturais. Tudo isso significa salvar vidas!

Importante: nas ruas, os captadores de recursos não aceitam doações únicas, mas você pode fazer uma contribuição pontual pelo site de MSF-Brasil.

3.

Quer fazer parte da equipe?

Gostou desse time e acha que tem perfil para fazer parte da equipe?

Depoimentos

Palavras de nossos colaboradores

“MSF vem se tornando cada vez mais diversa, plural e inclusiva graças ao movimento que a organização vem fazendo por mais diversidade. Vivencio um ambiente profissional acolhedor, respeitoso e com profundo senso humanitário. Ser responsável pela área de Legacy representa para mim uma conquista que reafirma a ampliação da representatividade feminina em cada vez mais espaços no mercado de trabalho. Para se trabalhar em MSF-Brasil, considero como fator fundamental, sentir completa identificação com os princípios da organização e com o propósito do trabalho que é realizado. “
Foto - Carina Ponte
Carina Ponte

Analista de Heranças e Fundações

“Comecei em MSF-Brasil como estagiário em Comunicação e hoje me vejo construindo a carreira com a qual sempre sonhei no terceiro setor. Minhas conquistas na organização me fizeram admirar a transparência e a forma como MSF-Brasil oferece oportunidades iguais para as pessoas. MSF tem um ambiente onde eu posso expor minhas ideias, além de ser inspiradora em seu movimento a favor da diversidade, gerando reflexões importantes. Trabalhar em Médicos Sem Fronteiras Brasil é explorar nosso próprio potencial e desenvolver características como liderança, autonomia, escuta ativa e trabalho em equipe.”
Caio Dério
Caio Dério

Analista da Unidade Médica Brasileira

Agora que você já sabe como ajudar MSF, que tal fazer parte da equipe?