Você está aqui

Mali

Fatoumata, uma mãe de cinco crianças de uma comunidade nômade, foi esterilizada pela equipe de MSF no hospital de referência em Dala, perto de Douentza, no norte do Mali, depois de chegar em condição crítica.  (Foto: Seydou Camara/MSF)
Mali
Paises em que MSF atua

A insegurança persistente, particularmente nas regiões norte e central, resultou numa deterioração geral do sistema nacional de saúde e dos serviços sociais básicos no Mali.

MSF executa programas em várias partes do país para aumentar o acesso aos cuidados de saúde para os mais vulneráveis.

Ansongo

Desde 2012, MSF apoia o hospital de referência na cidade de Ansongo, na região de Gao, no leste do Mali. Equipes apoiam consultas ambulatoriais, atendimento de emergência e internações, cirurgia, atendimento médico materno, tratamento de doenças crônicas, cuidados nutricionais, neonatologia, pediatria e tratamento e apoio psicológico às vítimas de violência, incluindo sobreviventes de violência sexual. MSF também oferece cuidados básicos para gestantes e crianças com menos de  5 anos de idade no centro de saúde comunitária da cidade.

No distrito de Ansongo, MSF encaminha os pacientes para centros de saúde comunitária e transfere casos graves para o hospital de Gao. Entre julho e dezembro, quando grupos nômades migram, as equipes garantem o acesso à ajuda médica, treinando agentes comunitários de saúde para diagnosticar e tratar as doenças mais comuns. Um sistema de monitoramento e encaminhamento de casos graves também está em vigor.

Kidal

Em Kidal, norte de Gao, MSF apoia seis centros de saúde na cidade e ao seu redor, em parceria com as autoridades locais. As equipes oferecem cuidados básicos de saúde para toda a população, bem como vigilância epidemiológica, e encaminham casos complicados para o centro de saúde de referência (CSRef) e para o hospital de Gao.

Em Douentza, MSF apoia o CSRef na gestão de casos de desnutrição, cirurgias de emergência, internações hospitalares para crianças com menos de 15 anos de idade e serviços de saúde mental. Oferece também encaminhamento para o CSRef e transfere casos urgentes para a cidade de Mopti.

Em Koutiala, no sul do país, MSF concentra-se em crianças com menos de  5 anos de idae. A equipe apoia os serviços de nutrição no CSRef, bem como em 15 centros de saúde comunitária. Além disso, MSF emprega mais trabalhadores comunitários no distrito de saúde durante o auge da temporada de malária. MSF está atualmente construindo uma unidade de tratamento pediátrico com 185 leitos na CSref de Koutiala.

Em Ténenkou, a prioridade de MSF é cuidar das mulheres em idade fértil. Os profissionais auxiliam na maternidade, na sala de cirurgia e no departamento de atendimento ambulatorial do CSRef. MSF também apoia "agentes da malária" em comunidades de difícil acesso durante os meses de pico (agosto a novembro) e clínicas móveis que oferecem cuidados básicos de saúde.

Equipe de resposta a emergências no Sahel

Uma equipe móvel de emergência, composta por médicos, paramédicos e especialistas em logística, está em ação desde 2015 na região do Sahel. Sua finalidade é monitorar a situação epidemiológica e responder, dentro de 24 a 48 horas, às emergências médicas e humanitárias na região, principalmente no Níger, mas também no Mali.

MSF atua no país desde 1992.

 

Dados de 2017:

Consultas ambulatoriais
178.200

Notícias