Você está aqui

Grécia

Aiful, de 25 anos, é de Bangladesh e prepara comida dentro de uma grande tenda no campo Moria, onde ele e várias outras pessoas esperam para saber o seu destino. (Foto: MSF)
Grécia
Paises em que MSF atua

Continuamos a oferecer serviços médicos a migrantes e refugiados em Atenas e outras partes da Grécia continental, bem como nas ilhas de Lesbos, Samos e Chios.

Desde a implementação do acordo entre a União Europeia (UE) e a Turquia, em março de 2016, milhares de pessoas em movimento permaneceram presas por um período indeterminado de tempo em cinco pontos de acesso nas cinco ilhas do mar Egeu – Lesbos, Chios, Samos, Kos e Leros – e forçadas a viver em condições desumanas e degradantes enquanto aguardam a decisão sobre seus pedidos de asilo. Em 2019, equipes de Médicos Sem Fronteiras (MSF) conduziram quase 46.600 consultas ambulatoriais em toda a Grécia.

Durante o segundo semestre de 2019, a situação humanitária nos cinco centros de recepção piorou rapidamente. Ao mesmo tempo, o novo governo grego aprovou uma nova e mais restritiva lei sobre proteção internacional, que reduziu a já limitada capacidade dos solicitantes de asilo de obter cuidados de saúde. A nova lei também impôs que menores podem ser detidos e o transtorno de estresse pós-traumático não mais se qualifica como vulnerabilidade. Como resultado, mesmo pessoas extremamente vulneráveis têm que passar longos períodos vivendo em condições precárias, o que agrava seus problemas médicos e de saúde mental.

Em Lesbos, mantivemos uma clínica pediátrica fora do acampamento de Moria, oferecendo assistência médica geral e apoio à saúde mental para menores, e serviços de saúde sexual e reprodutiva para gestantes. Na cidade de Mytilene, atendemos vítimas de tortura e violência sexual,

bem como pessoas com graves problemas de saúde mental causados por traumas em seus países de origem, pelas viagens à Grécia, ou pelo estresse e insegurança de sua situação em Moria.

Intensificamos nossas atividades em resposta ao enorme aumento das chegadas a Samos. Instalamos um sistema de água e saneamento, fornecendo água potável e banheiros para as pessoas que moram no entorno do centro oficial de recepção. Este é o primeiro passo de uma ação que envolverá também a construção de chuveiros, a fim de prevenir problemas de saúde associados à falta de água e à falta de higiene. Perto do acampamento, mantemos um centro diurno que oferece apoio à saúde mental e saúde sexual e reprodutiva.

Nossos serviços em Chios incluem saúde geral, saúde sexual e reprodutiva, apoio à saúde mental, assistência social e medicina de viagem para as pessoas no acampamento Vial, bem como serviços de mediação cultural no hospital local.

Mantemos duas clínicas em Atenas para atender às necessidades específicas das pessoas em trânsito. A primeira, um núcleo diário, oferece cuidados de saúde sexual e reprodutiva, apoio à saúde mental, tratamento para doenças crônicas e complexas, assistência social e jurídica, bem como medicamentos de viagem para pessoas que pretendem partir da Grécia. A segunda oferece atendimento integral às vítimas de tortura e outras formas de violência e é administrada em colaboração com duas outras organizações, o Day Centre Babel e o Conselho Grego para Refugiados. O projeto implementa uma abordagem multidisciplinar, abrangendo saúde médica e mental, fisioterapia e assistência social e jurídica.






 

 

Consultas ambulatoriais
Consultas individuais de saúde mental
Vacinações de rotina
46.600
7.470
11.600

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar