Você está aqui

Filipinas

Elyes, de 13 anos, depois de ser vacinada contra o papiloma vírus humano. (Foto: Hannah Reyes Morales)
Filipinas
Paises em que MSF atua

Nas Filipinas, Médicos Sem Fronteiras (MSF) teve como foco a melhoria do acesso a cuidados de saúde sexual e reprodutiva para moradores de favelas em Manila e o apoio a deslocados internos e pessoas que retornaram após o conflito em Mindanao.

Em 2018, continuamos a trabalhar com a Likhaan, uma organização local, para oferecer cuidados de saúde sexual e reprodutiva integral nas favelas de San Andrés e Tondo. Nossos serviços são voltados particularmente para mulheres jovens, pois elas estão entre as mais vulneráveis e têm necessidades significativas de saúde.

Oferecemos planejamento familiar, cuidados de pré e pós-natal, gestão de infecções sexualmente transmissíveis e exame e tratamento do câncer de colo do útero. Embora as sobreviventes de violência sexual sejam estigmatizadas nas Filipinas, temos visto um aumento constante no número de pacientes que se apresentam em nossa clínica para tratamento. Além disso, nossas equipes mantêm uma clínica móvel quatro vezes por semana, principalmente em Tondo, a maior e mais populosa favela da capital, para alcançar pacientes incapazes de acessar a clínica fixa.

Nossas equipes em Manila realizaram 12.400 sessões de planejamento familiar e examinaram 3.630 mulheres para o câncer de colo do útero ao longo do ano.

Em 2018, também tivemos uma equipe na cidade de Marawi, na Região Autônoma Muçulmana de Mindanao (RAMM), o local com os piores indicadores de saúde das Filipinas, onde confrontos são frequentes. Um confronto de cinco meses pelo controle de Marawi, em 2017, destruiu mais de 70% das instalações de saúde da cidade e deixou cerca de 200 mil deslocados internos e retornados sem acesso a cuidados básicos de saúde.

Em 2018, realizamos uma campanha de vacinação contra o sarampo e depois focamos nas necessidades de água e saneamento, construindo latrinas e pontos de acesso à água. Em outubro, começamos a apoiar o departamento  de  atendimento  ambulatorial e o pronto-socorro de um dos poucos centros de saúde remanescentes em Marawi.




 

Consultas ambulatoriais
16.900

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar