Você está aqui

Nauru

Nauru
Paises em que MSF já atuou

Em novembro de 2017, MSF começou a oferecer serviços psicológicos e psiquiátricos gratuitos na República de Nauru.

Por meio de uma política de "uma porta para todos", MSF oferece apoio de saúde mental à população nauruana e aos solicitantes de asilo e refugiados que vivem na ilha como parte da política do governo australiano de atendimento médico fora de seu território.

A equipe oferece esses serviços através de uma clínica independente, do hospital do Ministério da Saúde e de visitas domiciliares. MSF também treinará e apoiará a equipe do governo de Nauru para aumentar sua capacidade de tratar distúrbios psicológicos e psiquiátricos na ilha. A equipe realizará atividades de sensibilização da comunidade para promover os serviços, aumentar a conscientização sobre questões de saúde mental e reduzir o estigma associado à busca de tratamento.

O programa foi estabelecido após várias visitas à ilha nos dois anos anteriores, durante os quais MSF identificou lacunas na provisão de apoio à saúde mental tanto para a população nauruana quanto para os refugiados e solicitantes de asilo na ilha. Um memorando de entendimento com o Ministério da Saúde Nauruano foi assinado em junho de 2017.

Durante a pesquisa prévia, a equipe descobriu que as necessidades de saúde mental em Nauru são significativas e que não havia capacidade suficiente para abordá-las na ilha. Foram identificados  casos de esquizofrenia, violência familiar e níveis preocupantes de depressão, principalmente entre crianças.

MSF começou a atuar no país em 2017, mas suspendemos nosso trabalho em 5 de outubro de 2018, quando o governo de Nauru nos informou que os serviços “não eram mais necessários” e solicitou que as atividades fossem encerradas em 24 horas.

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar