Você está aqui

Moçambique

Crianças empinam pipas no acampamento 25 de Junho para deslocados internos, na província de Cabo Delgado. Moçambique, abril de 2021. © TADEU ANDRE/MSF
Moçambique
Paises em que MSF atua
Uma crise humanitária está se desenrolando na província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique, onde a escalada da violência deslocou mais de meio milhão de pessoas.
 
Médicos Sem Fronteiras (MSF) foi forçada a suspender as atividades nas aldeias de Mocímboa da Praia e Macomia, em Cabo Delgado, em março e maio respectivamente, devido ao recrudescimento da violência. Mudamos nossa base para Pemba, onde muitos deslocados se reuniram em acampamentos, e começamos a prestação de serviços gerais de saúde e atendimento médico através de clínicas móveis. Nossas equipes construíram latrinas, forneceram água e apoiaram centros de tratamento de cólera. Em dezembro, enviamos uma equipe a Montepuez, a segunda maior cidade de Cabo Delgado, para aumentar o acesso a serviços gerais de saúde mental e o abastecimento de água para pessoas vulneráveis.
 
Nosso programa na capital Maputo continua a fornecer atendimentos especializados para pacientes com HIV avançado, tuberculose (TB) e outras infecções oportunistas. Cerca de 2,2 milhões de moçambicanos vivem com o HIV, dos quais, 36% estão co-infectados com tuberculose.
 
O programa de redução de danos de MSF para pessoas que usam drogas é o único no país e implementa todas as intervenções recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Estes incluem distribuição de agulha/seringa, terapia de substituição de opióides e tratamento de overdose. Na favela da Mafalala, MSF e uma organização local administram um centro de acolhimento para dependentes químicos, oferecendo testes de HIV, TB e hepatite C e encaminhamento para tratamento.
 
Em Beira, estamos trabalhando para reduzir doenças e mortes relacionadas ao HIV, através da prestação de cuidados de saúde sexual e reprodutiva, incluindo testes de HIV, aconselhamento e serviços de planejamento familiar a grupos vulneráveis através de clínicas móveis. Também fornecemos cuidados avançados de HIV em três unidades de saúde na cidade.
 
Para apoiar a resposta nacional à COVID-19, demos apoio logístico e técnico aos principais hospitais de referência de COVID-19 em Maputo e ajudamos as autoridades sanitárias a instalar quatro centros de isolamento, dois em Pemba e dois em Beira. Em Beira, também apoiamos o acompanhamento de pacientes com HIV com COVID-19.
 
Dados de 2020:
 
Pessoas em tratamento ARV de primeira linha
Pessoas que iniciaram tratamento para TB
Pessoas tratadas com cólera
Famílias receberam itens de primeira necessidade
810
890
4.330
131.300

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar