Você está aqui

Guiné

Em 2020, na Guiné, Médicos Sem Fronteiras (MSF) se concentrou no tratamento e na prevenção de HIV / AIDS, malária, sarampo, desnutrição e infecções respiratórias. (Foto: MSF)
Guiné
Paises em que MSF atua

 

Na Guiné, Médicos Sem Fronteiras (MSF) se concentrou no tratamento e na prevenção de HIV / AIDS, malária, sarampo, desnutrição e infecções respiratórias. Em 2020, ajudamos na resposta de emergência à pandemia da COVID-19.

 

MSF continua sendo uma das principais organizações que oferecem atendimento médico e psicossocial para pessoas vivendo com HIV na capital, Conakry. Na unidade de HIV que funciona no hospital Donka, nossas equipes atendem pacientes em estágio avançado da doença. Também apoiamos testes e tratamento do HIV em oito unidades de saúde e realizamos campanhas de conscientização, testes e distribuição de preservativos.

Em 2020, instalamos um novo centro onde os pacientes com HIV podem se beneficiar do apoio de colegas e acessar medicamentos sem ter que ir ao hospital.

Como o número de casos de COVID-19 aumentou rapidamente em Conakry em abril, estabelecemos uma unidade de tratamento de 75 leitos em um centro que tínhamos construído originalmente em 2014 para tratar pacientes com Ebola. Em colaboração com as autoridades de saúde, nossas equipes também realizaram rastreamento de contatos, desinfecção das casas dos pacientes e atividades de prevenção e acompanhamento.

De março a agosto, quando houve um aumento nos casos de sarampo em Conakry, nossas equipes apoiaram o atendimento a crianças menores de cinco anos nas subprefeituras de Matoto, Matam e Ratoma.

Em Bankalan, região de Kankan, em resposta às inundações que desalojaram centenas de pessoas, reabilitamos um posto de saúde, construímos latrinas e fornecemos consultas e medicamentos essenciais.

Na prefeitura de Kouroussa, administramos um programa que oferece tratamento para malária, desnutrição, diarreia e infecções respiratórias para crianças menores de cinco anos. Em 2020, os agentes comunitários de saúde que treinamos, equipamos e apoiamos, trataram mais de 27 mil crianças contra malária e diarreia em suas comunidades. Enquanto isso, continuamos a apoiar 24 unidades de saúde em Kouroussa, incluindo o hospital municipal, onde tratamos pacientes que necessitam de cuidados especializados. Um total de 65 mil pessoas foram internadas durante o ano.

Dados de 2020:

 

 

 

Pessoas com malária tratadas
Pessoas com HIV em tratamento antirretroviral de 1º linha em programas apoiados por MSF
Pessoas com sarampo tratadas
Pacientes internados por COVID-19
40.500
12.500
790
350

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar