Você está aqui

Costa do Marfim

Grávidas aguardam consulta de pré-natal na maternidade do hospital de Katiola, na Costa do Marfim. (Foto: Jean-Christophe Nougaret/MSF)
Costa do Marfim
Paises em que MSF atua

Melhorar a saúde materno-infantil continuou sendo o foco principal de Médicos Sem Fronteiras (MSF) na Costa do Marfim em 2018.

Após décadas de instabilidade,  o  sistema de saúde da Costa do Marfim ainda está se recuperando da crise política e militar na qual o país ficou submerso de 2002 a 2010. A taxa de mortalidade materna é particularmente alta, com cerca de 645 mortes para cada 100 mil nascidos vivos.¹ O Ministério da Saúde fez da saúde materna uma prioridade, oferecendo-a gratuitamente a todas as gestantes, mas restrições orçamentárias, falta de medicamentos e falta de profissionais treinados continuam a dificultar o acesso a serviços de boa qualidade para as mulheres e seus recém-nascidos.

As necessidades são especialmente agudas em áreas rurais, como Hambol, onde desde 2014 apoiamos o Ministério da Saúde. Dispomos de equipes que trabalham na maternidade, na enfermaria de neonatologia e na sala de cirurgia no hospital de referência de Katiola, onde 793 recém-nascidos foram recebidos para atendimento em 2018.

Também fornecemos suprimentos médicos, profissionais e treinamento para  o  hospital de Dabakala, o hospital de  Niakara  e  para seis centros de saúde, além de apoiar um sistema de encaminhamento de emergências obstétricas e neonatais.

A fim de reduzir a transmissão materno-infantil da hepatite B, iniciamos trabalhos com o Ministério da Saúde para introduzir, em todas as instalações apoiadas por MSF, a vacinação sistemática imediatamente após o nascimento. Mais de 11 mil recém-nascidos foram vacinados contra a hepatite B em 2018.

Também respondemos a emergências sempre que necessário. Em setembro, distribuímos lonas plásticas, utensílios de cozinha e cobertores para cerca de 100 famílias que haviam perdido suas casas em Attienhaka, a 15 quilômetros de Katiola, quando partes do vilarejo foram queimadas em um ato de vingança após um crime.

¹ Organização Mundial da Saúde.






 

Partos assistidos
Cesarianas
6.440
620

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar