Você está aqui

Armênia

Técnica de laboratório no Laboratório Nacional de Referência em Abovyan, na Armênia. (Foto: Andrea Bussotti/MSF)
Armênia
Paises em que MSF atua

Médicos Sem Fronteiras (MSF) tem ajudado a combater formas resistentes de tuberculose (TB) na Armênia desde 2005. Em 2018, começamos a repassar as atividades para as autoridades nacionais de saúde.

Nos últimos 14 anos, expandimos progressivamente nosso programa para que o tratamento mais moderno contra a TB resistente a medicamentos (TB-DR) esteja disponível em todo o país. Desde 2015, participamos do projeto endTB, uma iniciativa internacional destinada a encontrar tratamentos mais curtos, menos tóxicos e mais eficazes para a TB-DR. As inscrições para o estudo observacional foram concluídas na Armênia em junho de 2017, com um total de 106 pacientes participantes. O acompanhamento continuou durante 2018 e a conclusão do projeto está programada para março de 2019.

Oferecemos também, desde 2016, tratamento para hepatite C a pacientes com TB-DR e hepatite C crônica ativa: 20% dos pacientes com TB-DR acompanhados por nossas equipes naquela época estavam coinfectados com hepatite C, o que pode afetar a função hepática e exacerbar os efeitos colaterais do tratamento de TB-DR. Em 2018, iniciamos um estudo epidemiológico com o objetivo de documentar a segurança e a eficácia de combinar os tratamentos mais recentes para TB-DR com antivirais de ação direta para hepatite C.

Em abril, também enviamos uma equipe para realizar cirurgia torácica em seis pacientes com TB na Armênia, onde esse tratamento não estaria disponível de qualquer outra forma.

Após a conclusão do projeto endTB e de nosso estudo epidemiológico em março de 2019, repassaremos nossas atividades remanescentes na Armênia às autoridades nacionais de saúde. Como preparação, em 2018 nossas equipes começaram a oferecer treinamento teórico e prático no local de trabalho para médicos e enfermeiros que trabalham em clínicas de TB em todo o país, com a gestão de casos já tendo sido repassada em muitas áreas até o fim de 2018.








 

 

Pessoas que começaram o tratamento para TB-DR
13

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar