Você está aqui

Assassinatos brutais na Chechênia chocam Médicos Sem Fronteiras

01/04/2003
MSF está chocado com a notícia de dois assassinatos brutais de médicos que trabalhavam em Grozny, a capital da Chechênia.

Moscou/Amsterdã - Os médicos assassinados trabalhavam no departamento de cardiologia do Hospital 9. MSF apóia este hospital há muitos anos e atualmente há uma equipe de 5 funcionários nacionais trabalhando no local.

Na última quinta-feira, os corpos dos dois médicos foram encontrados dentro de um carro. Eles haviam sido mortos a tiros. O motivo do assassinato ainda é desconhecido.

MSF se solidariza com as famílias, colegas e amigos das vítimas.

MSF está bastante preocupada com o aumento da violência na região. A organização já suspendeu parte das suas atividades na Chechênia e todas as atividades na vizinha República do Daguestão. Na Ingushetia, MSF leva assistência aos deslocados chechenos.

Leia mais sobre

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar