Você está aqui

Unidade Médica no Brasil

Criada em 2007, a Unidade Médica Brasileira (Bramu) do escritório de MSF-Brasil é especializada em doenças tropicais negligenciadas, como dengue e Chagas, e outras doenças infecciosas, e também em contextos onde predomina a violência não relacionada diretamente com conflitos armados e seus impactos sobre a saúde das vítimas. Seus profissionais prestam suporte técnico em saúde e antropologia aos diferentes projetos de MSF, contribuindo com estudos científicos, pesquisas, identificação de possíveis melhorias nos protocolos de diagnóstico e tratamento de doenças e treinamentos, tanto para profissionais internacionais de MSF quanto para profissionais contratados localmente ou a serviço dos Ministérios da Saúde dos países onde atua. Por vezes, os treinamentos são estendidos também a outras organizações. Parcerias estabelecidas localmente também permitem a troca de informações, visando ao enriquecimento das práticas relacionadas com doenças tropicais. No Brasil, MSF trabalha, muitas vezes, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A unidade também concentra esforços na estruturação e implementação de metodologias a serem incorporadas nos projetos de MSF onde predomina a violência, a fim de viabilizar, de forma efetiva, a resposta a situações de violência que não têm relação direta com conflitos armados. O trabalho visa a analisar as consequências dessa violência na saúde de populações.

Por ter como principal característica a transversalidade para atender às demandas de MSF em campo, a Bramu tem uma agenda flexível que é reavaliada periodicamente, de acordo com as prioridades operacionais e os novos desafios enfrentados em campo pela organização.