Você está aqui

Vivendo a guerra na Síria: homem é ferido ao comprar pão

15/03/2013
A. foi ferido por um estilhaço de bomba aérea enquanto aguardava na fila da padaria, em Halfaya

Hoje, 15 de março, faz dois anos que a Síria está em guerra. A., de 35 anos, foi ferido gravemente no ombro e na mão direita, quando um avião descarregou mísseis em direção à fila da padaria em que ele esperava com outras centenas de pessoas em Halfaya, na província de Hama. No hospital de MSF, um cirurgião limpou o ferimento e áreas que haviam necrosado; as pequenas feridas em seu rosto foram, também, suturadas. Mas a dimensão do ferimento no ombro de A. e a gravidade do ferimento em sua mão direita fizeram com que ele tivesse que ser transferido para o hospital na Turquia, para ser submetido a uma cirurgia reconstrutiva. A instalação de MSF não é equipada para realizadas procedimentos complexos como este. Abaixo, A. conta sua história.

“Uma tarde, no final de dezembro, eu aguardava na padaria de Halfaya para comprar pão. Já estava ali há cerca três horas – é a única padaria na cidade que ainda funciona. Cerca de 300 pessoas estavam em fila, aguardando sua vez de comprar pão. De repente, um avião passou voando e dois mísseis nos atingiram.

Havia gritos por toda a parte e muitas pessoas ficaram feridas. Fiquei desorientado, como se meus lábios e língua estivessem queimando. As pessoas feridas foram colocadas em veículos. Fui levado a um centro de saúde, primeiramente, transportado por um carrinho de mão, depois por um mototaxi. Fiquei completamente atordoado por três dias. No segundo dia, meu irmão me levou a outro centro médico antes de, finalmente, me trazer aqui para o hospital de MSF de caminhão, onde fui operado. Eu ainda não consigo ouvir direito; é como se houvesse um zumbido em meu ouvido.

O mais incrível foi que minhas duas filhas saíram daquela confusão toda com apenas alguns cortes; uma parede em pedaços protegeu-as dos estilhaços.”

 
MSF está atuando em três hospitais no norte da Síria, onde tratou 16 mil pacientes e realizou 1300 procedimentos cirúrgicos. As equipes de MSF estão também prestando assistência a refugiados sírios no Líbano, no Iraque, na Jordânia e na Turquia. Leia relatório completo em inglês sobre a atuação de MSF na Síria aqui. 

Leia mais sobre