Você está aqui

Trabalhadora de MSF resgatada de escombros no Haiti

14/01/2010
Danielle Trépanier ficou mais de 24 horas presa nos escombros de uma das casas da organização, destruída pelo terremoto

A trabalhadora humanitária de Médicos Sem Fronteiras (MSF) Danielle Trépanier, de 35 anos, foi resgatada nesta quarta-feira, após passar mais de 24 horas presa nos escombros de uma casa da organização destruída pelo terremoto de magnitude 7.0 que atingiu o Haiti, na segunda-feira. Quando o tremor aconteceu, Danielle, uma administradora e logística canadense, estava descansando em seu quarto no segundo andar da casa. Dois outros integrantes da equipe estavam no primeiro andar, mas conseguiram escapar tão logo os primeiros tremores foram sentidos. Danielle caiu entre os dois andares e ficou presa em um pequeno espaço do porão, debaixo de uma camada de destroços.

Motoristas de MSF contratados localmente estavam entre os que arriscaram suas vidas para resgatar Danielle, sabendo através de seus gritos que ainda havia esperança. Quando finalmente conseguiram tirá-la, ela estava desnorteada, em choque. Ela já entrou em contato com a sua família e agora está se recuperando do trauma.

Embora MSF esteja muito feliz com a notícia de seu resgate, continuamos preocupados com o paradeiro de alguns outros trabalhadores haitianos e pacientes.

Leia mais sobre