Você está aqui

MSF suspende atividade na Chechênia, Ingushetia e Daguestão

15/08/2002
MSF suspende atividade na Chechênia, Ingushetia e Daguestão

Após o seqüestro do profissional de MSF Arjan Erkel no Daguestão, MSF suspendeu as suas atividades na Chechênia, Daguestão e Ingushetia.

As atividades desenvolvidas são:

Ingushetia

• Clínicas móveis em campos de deslocados internos (IDP) e centros coletivos no norte da Ingushetia, enfocando consultas ginecológicas e pré-natal;

• Equipes de saneamento, que prestam assistência aos campos de deslocados;

• Agentes comunitários de saúde nos campos de deslocados distribuem tendas e comida, entre outros.

• Consultas ginecológicas e pré-natal em duas clínicas, e em uma clínica móvel de assistência à maternidade de Nazran e Sleptovskaïa;

• Reabilitação e saneamento dos alojamentos de deslocados e distribuição de kits de higiene e tendas;

• Consultas pediátricas em Rasviet-Mro.

• Programa de distribuição de medicamentos em 32 locais;

• Programa de tuberculose, direcionado a chechenos que atravessam a fronteira, com possível extensão à Chechênia;

• Construção de 60 dormitórios em um antigo acampamento de férias escolares (no distrito de Sunzhenski, perto da fronteira a Chechênia).

Daguestão

• Centros coletivos: distribuição de itens de ajuda e kits de higiene, reconstrução de telhados e saneamento de 16 centros coletivos;

• Clínicas móveis para deslocados em 13 centros coletivos, uma segunda para os residentes do Daguestão na região de Tsumada e apoio a estruturas médicas;

• Programa psico-social com o objetivo de reintegrar as crianças (de 6 a 12 anos) afetadas pela guerra ao sistema educacional em Khazaviurt