Você está aqui

MSF está trabalhando arduamente para garantir o retorno seguro dos cinco profissionais levados no norte da Síria

10/01/2014
A organização reforça que apenas os elementos contidos nesta página representam informação oficial de MSF relacionada ao incidente

Uma semana após cinco membros da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) serem levados de uma residência da organização no norte da Síria, na noite do dia 2 de janeiro de 2014, MSF continua fazento todo o possível para garantir o retorno seguro dos profissionais.

Os membros da nossa equipe que estão desaparecidos são da Bélgica, Dinamarca, Peru, Suécia e Suíça. Eles estavam trabalhando em um hospital de MSF para oferecer cuidados de saúde essenciais às pessoas afetadas pelo conflito na Síria, onde as necessidades humanitárias e médicas são enormes.

Durante os últimos dois anos, MSF montou seis hospitais e dois centros de saúde no norte da Síria. Nossas equipes médicas realizaram, até agora, 102.828 consultas, sendo 40.052 casos de emergência. As doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, são um foco para MSF tanto como os ferimentos por estilhaços, bombas ou balas. As equipes de MSF realizaram 4.899 procedimentos cirúrgicos e 1.516 partos. MSF também apoia mais de 80 instalações de saúde na Síria. Em países vizinhos, MSF prestou 264.265 consultas para refugiados sírios.

MSF gostaria de reiterar que, neste momento, a discrição é extremamente importante, particularmente a respeito dos detalhes pessoais de nossos cinco colegas. Reforçamos que apenas os elementos contidos nesta página representam informação oficial de MSF relacionada ao incidente. Quaisquer outras notícias relacionadas ao incidente são informações que não foram fornecidas ou confirmadas por MSF.

Enquanto nossa prioridade é assegurar o retorno rápido e seguro de nossos cinco colegas, MSF não fornecerá informações adicionais pelo momento. Agradecemos a todos pela compreensão e apoio.

MSF é uma organização medico-humanitária internacional que trabalha de forma independente de qualquer agenda política ou religiosa. Nós oferecemos cuidados médicos com base nos princípios humanitários da ética médica e imparcialidade. MSF é financiada por fundos privados e não aceita dinheiro de nenhum governo para realizar seu trabalho na Síria.