Você está aqui

MSF esclarece informação equivocada sobre Ebola no Brasil

07/05/2014
Organização pede cuidado por parte de veículos de comunicação no trato com seu trabalho e com o vírus

 Recentemente, a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) tem sido citada em matérias produzidas por alguns veículos de comunicação sobre a possibilidade de uma epidemia de Ebola no Brasil. MSF jamais associou o surto que está acontecendo na Guiné com a possibilidade de os atuais fluxos migratórios para o Brasil estarem trazendo o vírus para o país.

Desde que a epidemia de Ebola na Guiné e na Libéria foi oficialmente declarada, MSF atua em parceria com autoridades de saúde locais para conter a proliferação da doença e tratar pacientes infectados. Embora o número de novos casos esteja diminuindo, a organização permanece em alerta. Mais de 60 profissionais internacionais e 270 guineanos e liberianos já foram envolvidos na resposta da organização ao surto.  

MSF afirma não ter sido procurada pelos veículos que citaram a organização nas matérias sobre a possibilidade de um surto de Ebola no Brasil. É imprescindível que veículos de comunicação trabalhem com seriedade e tratem as informações sobre o vírus e sobre a atuação de MSF com o devido cuidado.