Você está aqui

COVID-19: MSF apoia resposta ao coronavírus na Venezuela

12/05/2020
MSF está colaborando com autoridades, comunidade científica e associações médicas venezuelanas contra a COVID-19
COVID-19: MSF apoia resposta ao coronavírus na Venezuela

Foto: MSF

A organização médico-humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF) lançou um plano de resposta à COVID-19 na Venezuela, apoiando o Ministério da Saúde com suprimentos médicos e recrutamento de pessoal, bem como serviços de triagem, diagnóstico, tratamento, controle de infecção e sistema de emergência, em seus projetos no Amazonas, Anzoátegui, Bolívar, Sucre e Caracas.

Levando em conta as limitações e os desafios no fornecimento de equipamento de proteção individual (EPI), MSF decidiu priorizar e reforçar a proteção de todos os profissionais que trabalham em vários projetos em todo o país, a fim de dar continuidade operacional às suas atividades. A organização também está apoiando centros hospitalares com o design de circuitos de passagem de pacientes para impedir que possíveis pacientes de COVID-19 tenham contato com pessoas que sofrem de outras doenças – e evitar novas infecções –, bem como com o treinamento da equipe médica e o fornecimento de material de limpeza e desinfecção.

"Em nossa cooperação com o Ministério da Saúde, queremos fornecer assistência oportuna e eficaz para ajudar a tratar pacientes confirmados e suspeitos de COVID-19 na Venezuela. Nossos esforços estão focados no fortalecimento dos serviços de diagnóstico e tratamento, de acordo com as necessidades das estruturas apoiadas", afirma Gabriele Ganci, coordenadora-geral de MSF na Venezuela.

Como parte do plano de resposta à COVID-19, MSF participou ativamente da reativação do sistema de comunicação e ambulância do Sistema Integrado de Atendimento Médico de Emergência (SIAMU), por meio do reparo de cinco ambulâncias que não estavam operacionais e agora estão atendendo em toda a área de Caracas. O plano também inclui três ambulâncias adicionais que serão operadas diretamente pelas equipes de MSF e farão o transporte inter-hospitalar de pacientes e encaminhamentos de emergência ao Hospital Vargas de Caracas. Além disso, atenderemos casos emergenciais relacionados à COVID-19, que serão direcionados ao Hospital Pérez de León II, localizado em Petare e onde temos apoiado ativamente o circuito de triagem de pacientes e o treinamento da equipe em termos de gerenciamento, proteção, diagnóstico e tratamento.

Além disso, MSF continua focada nas outras necessidades de saúde da população em todo o país; os pacientes continuando chegando diariamente aos centros de saúde apoiados por MSF. "Embora a resposta à COVID-19 seja uma prioridade global, nos centros de saúde que apoiamos em toda a Venezuela não podemos negligenciar ou ignorar as outras necessidades de pacientes com doenças crônicas ou malária", diz Ganci.

 

Leia mais sobre

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar