Você está aqui

Cinco profissionais da organização Médicos Sem Fronteiras são mortos no Afeganistão

02/06/2004
Profissionais faziam parte da equipe de MSF no país. Além de dois afegãos – o motorista e o tradutor da equipe – morreram no incidente uma mulher belga que coordenava projetos, um médico norueguês e um profissional de logística holandês.

Esta tarde, cinco profissionais de ajuda humanitária da organização internacional Médicos Sem Fronteiras (dois afegãos, uma mulher belga, um homem norueguês e outro holandês) foram mortos num incidente na região de Badghis, no Afeganistão. Ainda não se têm detalhes de como ocorreu o incidente. As vítimas foram levadas para a estrutura de MSF mais próxima, em Khairkhana.

A belga trabalhava como coordenadora de projeto de MSF, o holandês, como logístico e o norueguês, como médico da organização. Os dois afegãos mortos eram o motorista e o tradutor da equipe.
 

Leia mais sobre