Você está aqui

Casos de ebola confirmados na RDC

29/12/2008
Equipes de Médicos Sem Fronteiras cuidam de pacientes e trabalham no controle da epidemia

Amostras de sangue de pacientes da província de Kasai Ocidental, no centro da República Democrática do Congo (RDC), que foram enviadas a laboratórios no Gabão tiveram resultados positivos para a febre hemorrágica ebola. Trinta e três pessoas suspeitas de estarem contaminadas com o vírus, incluindo as nove que morreram, foram examinadas desde 27 de novembro. Mais amostras de sangue e de fezes foram recolhidas para testes.

Um grande número de novos pacientes com suspeita de contaminação estão sendo acompanhados. MSF está seguindo de perto um paciente com febre no centro de saúde da vila de Kaluamba.

Uma equipe de MSF de nove especialistas em Ebola, de Kinshasa (RDC) e de Bruxelas (Bélgica), está trabalhando atualmente em Kasai Ocidental. Funcionários logísticos estão construindo uma barreira de isolamento ao redor da vila de Kampungu e colocando em prática medidas preventivas. A equipe médica também fornece ajuda a todas as pessoas com suspeita da doença. Não há cura para o Ebola, portanto cuidados paliativos e de apoio são providenciados.

Para entender melhor a epidemia e como prevenir o alastramento do vírus, a equipe de MSF também está identificando pessoas que estiveram em contato com infectados pelo Ebola. Em caso de novas mortes, será crucial garantir que os corpos sejam apropriadamente enterrados, a fim de prevenir contaminação.

Mais um médico de MSF, especialista em febre hemorrágica, e um agente de saúde estão a caminho de Kinshasa. MSF está considerando o envio de mais especialistas se necessário.