Você está aqui

99 sobreviventes foram resgatados de naufrágio no Mediterrâneo

29/01/2018
Há a confirmação da morte de duas mulheres e muitas outras pessoas permanecem desaparecidas
99 sobreviventes foram resgatados de naufrágio no Mediterrâneo

Foto: SOS MEDITERRANÉE

Em um dia de pesadelo no Mediterrâneo, 99 sobreviventes de um bote de borracha que naufragou foram resgatados pelo Aquarius, um navio de busca e salvamento mantido por Médicos Sem Fronteiras (MSF) e a ONG SOS MEDITERRANÉE, mas um número desconhecido de homens, mulheres e crianças estão desaparecidos, presumivelmente afogados. Há a confirmação da morte de duas mulheres.

"A cena foi devastadora, com muitos casos médicos urgentes em sequência. Eles continuaram vindo, um após o outro, inconscientes e sem respirar", disse a enfermeira de MSF Aoife Ni Mhurchu.

Dezenas de pessoas já estavam no mar quando o Aquarius chegou ao local por volta das 9h30. O bote de borracha já estava desinflando. Todos os dispositivos flutuantes foram lançados do Aquarius, assim como pequenas embarcações, e a equipe de resgate começou a puxar pessoas do mar.

A equipe médica de MSF a bordo do Aquarius ressuscitou seis crianças pequenas e uma mulher. Apesar de seus esforços, eles não conseguiram ressuscitar duas outras mulheres que se afogaram.

"É absolutamente doloroso. Essas mulheres eram mães. Agora estamos tentando cuidar de seus filhos muito pequenos que permanecem a bordo do Aquarius", disse Ni Mhurchu.

Todas as pessoas com emergências médicas, acompanhadas por seus cuidadores, foram evacuadas do Aquarius por um helicóptero da Marinha italiana para a Sfax, na Tunísia - somando um total de 16 pessoas. Isso incluiu as seis crianças ressuscitadas e várias mulheres com água em seus pulmões. A equipe médica de MSF também tratou muitas queimaduras graves de combustível, bem como mais de uma dúzia de casos de hipotermia de leve a moderada. Muitos sobreviventes estavam desorientados e confusos por conta da inalação do combustível que havia vazado no bote de borracha.


 

Leia mais sobre