Você está aqui

Tsunamis: seis meses após a tragédia na Ásia

24/06/2005
Seis meses se passaram desde que as tsunamis atingiram a Ásia, deixando um rastro de destruição e sofrimento. Hoje, 93 profissionais estrangeiros e mais de 650 profissionais locais continuam trabalhando nas áreas afetadas da Indonésia e da Índia

Logo após o dia 26 de dezembro de 2004, dia do desastre na Ásia, equipes de Médicos Sem Fronteiras (MSF) começaram a trabalhar, em conjunto com os governos nacionais, oferecendo ajuda humanitária às pessoas necessitadas de cuidados de saúde, alimentação, água potável, abrigo e outras necessidades básicas.

A maioria do trabalho de MSF foi realizado nas comunidades mais drasticamente afetadas da Indonésia e do Sri Lanka, embora profissionais de ajuda humanitária de MSF também tenham oferecido assistência às pessoas na Tailândia e na Índia.

Logo de início, equipes de MSF fizeram um levantamento das necessidades na Malásia, Mianmar, Bangladesh e Somália, mas não encontraram nenhuma necessidade de saúde grave que não estivesse sendo atendida.

Hoje, MSF reorientou seu trabalho na Indonésia e já fechou seus projetos relacionados às tsunamis em outros países, com exceção da Índia.

Atualmente, 93 profissionais estrangeiros de ajuda humanitária e mais de 650 profissionais locais continuam trabalhando, com MSF, nas áreas afetadas pelas tsunamis na Indonésia (89 estrangeiros e 637 locais) e na Índia (4 estrangeiros e 29 locais).

Como uma organização de emergência da área de saúde, MSF acredita que não está na sua atribuição se engajar em projetos de desenvolvimento de longo prazo ou em reabilitações e reconstruções de larga escala que ainda são necessários em muitos lugares.

MSF continua apoiando as pessoas afetadas pelas tsunamis na Indonésia e na Índia, oferecendo principalmente apoio psicossocial. Ao mesmo tempo, MSF busca ajudar as comunidades de Aceh que, como resultado de conflitos contínuos, têm pouco ou nenhum acesso a cuidados básicos de saúde de qualidade.

Visão geral das operações de MSF durante os últimos 6 meses

Ordem cronológica:

Sri Lanka – 27 de dezembro: Ajuda humanitária e avaliação da situação realizadas de forma simultânea.

Sul da Índia – 27 de dezembro: Avaliação da situação seguida de operações de ajuda humanitária a partir de 4 de janeiro.

Malásia – 27 de dezembro: Avaliação, sem atividades.

Indonésia – 28 de dezembro: Ajuda humanitária e avaliação da situação realizadas de forma simultânea.

Tailândia – 29 de dezembro: Avaliação da situação seguida de apoio de emergência a hospitais, a partir de 30 de dezembro.

Mianmar – 30 de dezembro: Avaliação, sem atividades.

Ilhas Andaman, Índia – 31 de dezembro: Avaliação, sem atividades.