Você está aqui

Terremoto na Ásia: MSF envia equipes e um cargueiro com suprimentos para região afetada

10/10/2005
Os primeiros projetos de ajuda humanitária de MSF na região atingida pelo terremoto já estão funcionando na Caxemira, tanto no lado indiano quanto no lado paquistanês. Além de cuidados médicos, MSF oferece atendimento psicológico e suprimentos

A organização internacional da área de saúde Médicos Sem Fronteiras (MSF) já começou a oferecer assistência médica e suprimentos de ajuda humanitária para as vítimas do terremoto do último sábado no Paquistão e na Índia. Nos territórios controlados pelo Paquistão e pela Índia na Caxemira, equipes de saúde de MSF se concentram em oferecer assistência médica, atividades de saúde mental e na distribuição de bens e suprimentos médicos e humanitários para ajudar na resposta à esta catástrofe.

No Paquistão, uma equipe está oferecendo assistência médica no hospital distrital da cidade de Muzaffarabad, que fica a nordeste da capital Islamabad. De Muzaffarabad inúmeras equipes de saúde irão se concentrar no oferecimento de assistência médica e humanitária para algumas áreas da região da Caxemira controlada pelo Paquistão.

"Nossos suprimentos e nossos profissionais de saúde já chegaram a Muzaffarabad, próximo ao epicentro do terremoto. De lá seremos capazes de oferecer mais assistência à Caxemira. Mas o acesso às áreas mais remotas continua sendo o maior desafio", diz Isabelle Simpson, Coordenadora de MSF no Paquistão.

Na região da Caxemira controlada pela Índia, equipes de MSF se concentram em oferecer assistência médica nas cidades de Baramullah e Uri e na região de Tangdar. Outros suprimentos médicos e logísticos já estão a caminho. Apoio adicional também vem sendo oferecido ao hospital de Srinagar.

"O hospital em Srinagar recebeu muitas das vítimas do desastre vindas da região de Uri. MSF doou gazes e está agora organizando o envio por navio de mais medicamentos", diz Hans van de Weerd, Coordenador de MSF na Índia.

Em ambas as regiões MSF está iniciando apoio psicossocial para aqueles que perderam parentes, especialmente para as crianças que perderam seus pais.

Outros profissionais de MSF, como médicos, enfermeiros, psicólogos e terapeutas, e especialistas em água e saneamento, já estão sendo enviados para a região atingida. Suprimentos médicos e de ajuda humanitária já estão sendo distribuídos em diversas localidades. Mais suprimentos estão a caminho vindos da França, Bélgica e da Holanda, ou estão sendo adquiridos localmente. O foco principal são os suprimentos de saúde, tendas, galões, sacos de dormir, material para purificação de água, kits de higiene e cobertores.