Você está aqui

Profissionais de Médicos Sem Fronteiras são libertadas na Somália

18/07/2013
Monsterrat Serra e Blanca Thiebaut, sequestradas em outubro de 2011, estão em segurança, com saúde e a caminho de casa.

É com grande alívio que Médicos Sem Fronteiras (MSF) confirma que as espanholas Montserrat Serra e  Blanca Thiebaut, que haviam sido sequestradas do campo de refugiados de Dadaab, no Quênia, no dia 13 de outubro de 2011, foram liberadas. Elas estão em segurança e com saúde e desejam reunir-se com suas famílias e amigos o mais rápido possível. MSF continuará oferecendo apoio a Mone e Blanca e às suas famílias. Ainda estamos organizando o retorno das duas profissionais para casa e pedimos que sua privacidade seja respeitada neste momento.


MSF gostaria de agradecer a todos aqueles envolvidos em assegurar sua liberação.


Mais uma vez, MSF condena fortemente este ataque perpetrado contra trabalhadores humanitários que estavam em Dadaab prestando assistência médica a milhares de refugiados.


MSF realizará uma coletiva de imprensa a respeito deste assunto amanhã, dia 19 de julho de 2013, às 12 horas, em Madri. A organização não concederá entrevistas ou qualquer declaração fora desta coletiva de imprensa, durante a qual jornalistas poderão fazer perguntas ao presidente da organização na Espanha.

Leia mais sobre