Você está aqui

O dia mais movimentado para as operações de busca e resgate de MSF no Mar Mediterrâneo

03/09/2015
Equipes da organização resgataram um total de 1.658 pessoas; entre elas, 547 mulheres e 199 crianças

Foto: Anna Surinyach/MSF

Os barcos Dignity I e Bourboun Argos, da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras, junto ao navio MY Phoenix, operando em conjunto com a organização Migrant Offshore Aid Station (MOAS), resgataram ontem (02/09) 1.658 pessoas durante o dia mais movimentado de operações de MSF no Mar Mediterrâneo desde que o projeto teve início em 2 de maio. Em seis operações de resgate distintas, as três embarcações resgataram pessoas primeiramente vindas da Eritreia, Nigéria e Somália; muitas delas eram mulheres (547) e crianças (199), incluindo vários bebês.

Às 7h o Bourbon Argos resgatou 353 pessoas de um barco de madeira nas águas internacionais do norte de Zuwara, na Líbia; posteriormente, o Dignity I resgatou três botes infláveis com um total de 323 pessoas a bordo; depois, o Bourboun Argos resgatou outro barco de madeira, trazendo mais 650 pessoas a bordo; e, finalmente, o MY Phoenix resgatou 332 eritreus de um barco de madeira no início da tarde.

Uma das pessoas resgatadas pelo Bourboun Argos foi uma mulher grávida, que entrou em trabalho de parto logo depois de ser transferida para outro barco. MSF decidiu evacuá-la, e ela foi encaminhada a uma lancha operada pela guarda costeira italiana, e depois levada ao hospital.

“Ontem foi um dia de grandes números para as operações de busca e resgate de MSF, mas, para nossas equipes no mar, o foco é sempre nos indivíduos”, disse Lindis Hurum, coordenadora de emergência de MSF a bordo do Bourbon Argos. “Minha memória mais marcante de ontem é de Senait, uma jovem etíope que, com oito meses de gravidez, entrou em trabalho de parto logo depois de ser resgatada. Como aconteceria a qualquer pai, entusiasmado e nervoso com o nascimento de seu primeiro filho, o marido Joseph não saiu do lado dela. O jovem casal foi evacuado para permitir que Senait tivesse seu filho em segurança na Itália. Nossa equipe agora está ansiosa esperando por notícias da chegada do bebê.”

Leia mais sobre