Você está aqui

Novos confrontos registrados em Darfur Norte

04/11/2009
Doze pessoas feridas da cidade de Shangil Tobaya foram atendidas por equipes de Médicos Sem Fronteiras na região

Confrontos perto de Shangil Tobaya, cidade em Darfur Norte, provocaram vários danos e deixaram centenas de famílias desabrigadas. A organização médica humanitária Médicos Sem Fronteiras (MSF) tratou 12 feridos desde o dia 20 de outubro em suas unidades médicas. Nove deles tiveram de ser transferidos para o Hospital Escola Al-Fashir, estando atualmente em condições de saúde estável.

MSF distribuiu itens domésticos essenciais para cerca de 3,3 mil pessoas afetadas por esses recentes conflitos que buscaram refúgio em Um Dressaya e Shangil Tobaya. No entanto, a distribuição adicional de itens não alimentares é necessária devido à chegada de mais deslocados internos nos últimos dias.

Os itens domésticos – como lâminas de plástico, cobertores, colchões, sabão e galões d’água – vão ajudar as pessoas a lidar com a situação, enquanto outras necessidades adicionais estão sendo abordadas por outras organizações na região.

“Algumas pessoas tiveram de fugir com poucos de seus pertences e comida, e estão com muito medo, por isso MSF enviou uma equipe para assistência imediata”, contou Christine Buesser, vice-chefe de missão de MSF no Sudão.

MSF também enviou uma equipe composta por pessoal médico e trabalhadores de saúde comunitários para acompanhar a situação de saúde geral dos deslocados e para conduzir levantamentos nutricionais rápidos nas crianças. Elas vão ser incluídas na campanha de vacinação de pólio, que é patrocinada pelo Ministério da Saúde e tem apoio de MSF.

MSF está se associando a outros atores no Sul de Darfur para oferecer assistência em áreas para onde outros grupos menores de pessoas fugiram.

MSF tem trabalhado no Sudão desde 1979 e atualmente tem projetos no Estado Mar Vermelho, Kordofan Sul, Darfur Norte, Abyei e Sul do Sudão.

Leia mais sobre