Você está aqui

Nigéria também sofre com a cólera

05/11/2010
Depois de atender as vítimas da cheia, MSF se concentra agora no tratamento da doença

Desde as inundações que devastaram o Goronyo, no estado de Sokoto, na Nigéria, no início de setembro, nossas equipes de saneamento tem fornecido água potável para a população deslocada em oito localidades. Até agora, foram entregues 2.355 m³ de água. As necessidades de atendimento às vítimas da enchente estão dimuindo com o passar do tempo e as atividades que Médicos Sem Fronteiras ainda mantém na área estão sendo repassadas às autoridades locais.


A prioridade agora é o tratamento da cólera. Vários casos foram registrados em Sokoto.  Em lugares onde a situação é mais grave, uma das medidas é colocar cloro nos tanques de abastecimento públicos. O Ministério da Saúde está distribuindo solução de cloro para a desinfecção das casas e dos locais de abastecimento de água.

Leia mais sobre