Você está aqui

MSF trata crianças feridas após ataque em escola no sudoeste de Camarões

26/10/2020
Dez pacientes com idades entre 10 e 15 anos foram levados ao Hospital Geral Presbiteriano
MSF trata crianças feridas após ataque em escola no sudoeste de Camarões

Após o tiroteio na escola na manhã do domingo, 25 de outubro, na cidade de Kumba, sudoeste de Camarões, Médicos Sem Fronteiras (MSF) lançou um plano de vítimas em massa, respondendo com nosso serviço de ambulância e atendimento cirúrgico no Hospital Geral Presbiteriano (HGP).

MSF recebeu um total de dez pacientes com idades entre 10 e 15 anos. Desses pacientes, cinco foram encaminhados a outros hospitais para tratamento especializado por meio de nosso serviço de ambulância; quatro continuam recebendo tratamento no HGP; e tragicamente, um paciente foi declarado morto na chegada.

“Como organização médico-humanitária, lamentamos a trágica perda de vidas na comunidade Kumba. Esse ataque, que viu crianças abatidas enquanto frequentavam a escola, foi um ato repreensível e indecente. Estruturas civis, incluindo escolas e hospitais, não devem ser alvos”, disse Alberto Jodra Marcos, coordenador de emergências de MSF no sudoeste de Camarões.

 

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar