Você está aqui

MSF realiza segunda fase do treinamento em segurança em Belo Horizonte

17/08/2007
Capacitação treinará profissionais das equipes de saúde da família atuando em áreas de vulnerabilidade social

Na próxima segunda-feira, Médicos Sem Fronteiras (MSF) dará início à segunda fase da capacitação em segurança para equipes de saúde da família atuando em áreas de vulnerabilidade social de Belo Horizonte, Minas Gerais. O treinamento, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Belo Horizonte, vai até o dia 31 deste mês e treinará aproximadamente 125 profissionais. A primeira fase do treinamento aconteceu entre os dias 3 e 13 de julho, quando 89 profissionais foram capacitados.

Na primeira etapa do treinamento, participaram da capacitação representantes de quatro distritos sanitários. Nesta segunda fase, cinco distritos sanitários serão representados, totalizando os nove existentes na capital mineira. Das 507 equipes de saúde da família atuando em Belo Horizonte, 61 trabalham em áreas de vulnerabilidade social.

Assim como nas capacitações anteriores, realizadas nos municípios do Rio de Janeiro, Teresópolis e Duque de Caxias, a metodologia de trabalho é a troca de vivências entre os participantes e os facilitadores de MSF. A idéia é passar a experiência adquirida pela organização ao longo dos 36 anos em que atuou em situações de violência.

Nesta fase do treinamento, os participantes poderão debater em cima de temas que refletem a realidade das comunidades de Belo Horizonte. "O interessante desta segunda fase do treinamento é que as propostas para a elaboração do manual de segurança que surgiram na primeira etapa serão utilizadas como base para os debates nesta segunda", disse a psicóloga Rosana Ballestero, facilitadora do treinamento junto com o enfermeiro sanitarista Mauro Nunes.

Ao fim da capacitação, as sugestões coletadas durante a primeira etapa serão agregadas às propostas da segunda e, juntas, formarão o manual de segurança. O documento poderá ser adotado pelas equipes de saúde da família de Belo Horizonte e terá dicas de como os profissionais poderão agir nas situações de insegurança presentes no cotidiano do trabalho.