Você está aqui

MSF lança campanha por SMS, cujo apelo é salvar vidas em segundos

31/07/2014
“Em poucos segundos tudo pode mudar na vida de uma pessoa. MSF quer mostrar que nesse tempo, com uma simples mensagem SMS, a mudança pode ser para melhor”, diz diretora de captação de MSF

A organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) lançou uma campanha no Rio de Janeiro para arrecadar fundos para os projetos de saúde que promove pelo mundo. A campanha quer lembrar que, enquanto as pessoas estão realizando suas atividades cotidianas, vidas estão sendo perdidas por falta de acesso a tratamento adequado. E que elas podem ser salvas com uma simples mensagem de SMS.

Todos os anos, mais de dois milhões de pessoas morrem por falta de vacinação, sendo a grande maioria crianças com menos de cinco anos de idade. MSF consegue vacinar mais de 10 milhões de crianças por ano em áreas afetadas por epidemias, conflitos armados, desastres naturais e onde não há acesso à assistência médica. Mas ainda precisa fazer mais, visto que 26 milhões de crianças ainda permanecem sem imunização. Com uma mensagem de SMS o morador do Rio de Janeiro pode se tornar um doador e ajudar a levar ajuda médica aos que mais precisam.

A pessoa que mandar um SMS com a palavra-chave indicada para o número 28595 irá mostrar para MSF que está interessada em saber mais sobre os projetos da organização. Ela vai receber uma ligação de Médicos Sem Fronteiras para saber se deseja se tornar um doador regular da organização.  

“Em poucos segundos tudo pode mudar na vida de uma pessoa. MSF quer mostrar que nesse tempo, com uma simples mensagem SMS, a mudança pode ser para melhor”, diz Flávia Tenenbaum, diretora de captação de Médicos Sem Fronteiras. Doenças como sarampo, meningite, rubéola, tuberculose e difteria podem ser combatidas se o tratamento adequado for oferecido. A oportunidade para ajudar agora cabe nas palmas das mãos.