Você está aqui

MSF lamenta profundamente morte de médica brasileira, coordenadora geral de MSF em Angola

11/04/2005
Aurora Teixeira era natural de Niterói, Rio de Janeiro, e faleceu neste domingo após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), durante sua oitava missão com Médicos Sem Fronteiras, em Angola. A médica trabalhava há oito anos para a organização

Aurora Teixeira iniciou seu trabalho com Médicos Sem Fronteiras há oito anos, e Angola foi a sua oitava missão no exterior. Desde novembro de 2004, Aurora era a Coordenadora Geral de MSF-França em Angola onde supervisionava o programa de combate à doença do Sono em Camabatela (província de Kwanza do Norte) e o programa de malária em Kaala (província de Huambo). Ela também estava envolvida no controle do surto da febre hemorrágica de Marburg, em Angola, desde que a epidemia foi confirmada no dia 22 de março de 2005.

Aurora sofreu um desmaio súbito às 11 horas da manhã da última quinta-feira, 7 de abril de 2005. Ela foi transportada imediatamente para a Clínica Sagrada Esperança, em Luanda, e faleceu no domingo, 10 de abril, às 8 da manhã.

Devido à situação atual é importante deixar claro que a morte de Aurora Teixeira não tem nenhuma relação com o surto da febre de Marburg em Angola. Os exames de sangue de Aurora confirmaram que ela não estava infectada pela doença.

Neste momento de grande tristeza, todos os nossos pensamentos estão direcionados à família de Aurora Teixeira e aos seus amigos mais próximos.

Aurora Teixeira morava atualmente nos Estados Unidos, antes de ser designada para esta missão em Angola. A médica, no entanto, era natural de Niterói, Rio de Janeiro.