Você está aqui

MSF dá continuidade a avaliação nas áreas devastadas por terremoto e tsunami no Japão

14/03/2011
Equipes de MSF continuam apoiando ação de emergência liderada pelo governo japonês

A equipe de Médicos Sem Fronteiras enviada à área devastada pelo terremoto e subsequentes tsunamis no nordeste do Japão continua apoiando a ação de emergência liderada pelo governo. A equipe agora conta com dez pessoas. Mais profissionais serão enviados nesta segunda-feira.

"No domingo, nós realizamos clínicas móveis e avaliações em dois centros de evacuação", diz Mikiko Dotsu, coordenador da equipe de MSF. "Temos a impressão de que as necessidades médicas estão aumentando nos centros de evacuação", diz Mikiko.

A situação continua difícil para os sobreviventes do desastre, com extensas áreas da província ainda sem água ou eletricidade.

Na segunda-feira, a equipe de avaliação de MSF, composta por dez pessoas, se dividirá em dois grupos e estendera seu trabalho de avaliação ao sul de Sendai, no município de Miyagi. A equipe chegará também a áreas mais remotas, que foram as mais atingidas pelo terremoto e pelos tsunamis.

Enquanto continuam a avaliação das necessidades médicas, as equipes estão concentradas principalmente nas necessidades dos grupos mais vulneráveis, incluindo crianças e idosos, bem como pessoas com doenças crônicas tais como diabetes e doença cardíaca.

MSF está também monitorando de perto a situação ao redor da usina nuclear de Fukushima. Se houver um acidente grave, apenas o governo japonês poderá responder.