Você está aqui

MSF comemora resultados de potencial vacina contra a Aids

25/09/2009
Apesar da iniciativa promissora, organização lembra que há milhares de pessoas já contaminadas que não têm acesso ao tratamento

Um estudo de uma vacina contra a Aids realizado na Tailândia com 16 mil voluntários apresentou resultados promissores, uma vez que o índice de transmissão do vírus caiu em um terço. Médicos Sem Fronteiras (MSF) saúda a iniciativa que abre um novo capítulo na pesquisa de uma vacina contra o HIV.

"Sendo o primeiro estudo para a criação de uma vacina a indicar uma eficácia significante, nos dá esperança de desenvolver uma vacina eficaz no futuro”, afirma Paul Cawthorne da Campanha de Acesso a Medicamentos Essenciais de MSF em Bangcoc. “Nós saudamos essa notícia, mas com otimismo cauteloso, uma vez que essa vacina em potencial só oferece 30% de proteção. Além disso, há diferentes linhagens do vírus e não há garantia de que a vacina pesquisada vá ter o mesmo efeito nas partes do mundo mais afetadas pela doença, como a África Subsaariana”.

O desenvolvimento de uma nova vacina não deve mascarar o fato de quem milhões de pessoas já infectadas pelo HIV esperam desesperadamente por tratamento. Em todo o mundo, 70% das pessoas que precisam urgentemente da terapia não têm acesso a ela. Mesmo que uma vacina eficaz seja desenvolvida, essa situação continuará.

“A descoberta de uma vacina é muito importante e apoiamos pesquisas futuras”, explica Cawthorne. "Se uma vacina que dê proteção completa fosse desenvolvida, seria necessário fazer com que ela fosse acessível aos que apresentam maior risco de contrair a doença”.