Você está aqui

MSF atende vítimas das enchentes no Paquistão

25/10/2012
Além de cuidados de saúde básicos, a organização está fornecendo água potável e trabalhando para melhorar condições de saneamento e higiene

No início de setembro, as equipes de Médicos Sem Fronteiras (MSF) que atuavam no leste de Baluchistão, no Paquistão, expandiram sua atuação, passando a incluir cuidados básicos de saúde em sua resposta às demandas das pessoas afetadas pelas fortes chuvas de monções que cercaram a área.
 
Milhares de famílias foram forçadas a abandonar suas casas e procurar abrigo na beira de estradas, em tendas improvisadas, à medida que as fortes chuvas causadas por monções inundaram a cidade de Dera Murad Jamali e redondezas.
 
Em resposta às inundações, a equipe de MSF em Dera Murad Jamali (DMJ) está fornecendo água a 20 tanques de água e dois reservatórios plásticos de 15 metros cúbicos cada para garantir que milhares de pessoas tenham acesso à água potável segura. Mais de 650 mil litros de água potável estão sendo disponibilizados para os deslocados internos diariamente.
 
Um centro de tratamento de diarreia (DTC) temporário de dez leitos foi estruturado no hospital civil de DMJ para tratar pacientes diagnosticados com diarreia aquosa aguda.
 
“A prioridade de MSF foi garantir o acesso à água potável e melhorar os padrões de higiene como medida preventiva contra infecções do trato respiratório e doenças de origem hídrica. Estamos concentrando esforços para alcançarmos as populações mais vulneráveis para levar água potável e tratamento para diarreia e suporte nutricional para as populações locais”, disse o Dr. Mushtag, de MSF.
 
Duas clínicas médicas móveis estão provendo cuidados básicos de saúde para as pessoas em Nasirabad e Jafarabad, tratando uma média de 150 pacientes por dia.
 
As cinco clínicas ambulatoriais que levam suporte nutricional para crianças desnutridas observaram um aumento no número de pacientes.
 
Em resposta a um surto de diarreia aquosa aguda, MSF distribuiu mais de 800 galões, sabonetes e purificadores de água para as pessoas que habitam a área afetada.
 
Uma equipe adicional de 28 agentes de saúde está levando atividades de educação voltadas para a saúde para comunidades de 24 localidades no entorno de DMJ para melhorar as condições de higiene.
 
Embora o nível da água tenha começado a diminuir em alguns locais, as necessidades médicas e de saneamento continuam altas. Mais de 200 latrinas foram construídas em quatro localidades; cerca de 220 já estão planejadas.
 
Em 20 de outubro, MSF distribuiu aproximadamente 400 kits com itens de necessidades básicas contendo um kit de higiene, dois mosquiteiros e um galão às pessoas afetadas pelas inundações em Sobhat Pur Tehsil, em Dera Allah Yar.
 
Enchentes impactam populações no distrito de Jacobabad
Em Jacobabad, as enchentes forçaram as pessoas a deixarem suas casas em busca de segurança e abrigo em terra seca.

Levantamentos realizados por MSF na última semana mostraram que as pessoas precisam urgentemente de abrigo e de itens não alimentares, como kits para cozinhar, e mosquiteiros. A população deslocada também precisa de cuidados de saúde primários e saneamento.
 
Esta semana, MSF distribuiu mais de 400 kits contendo itens de primeira necessidade, como sabonetes, galões, mosquiteiros e outros itens de higiene para as áreas de Nawra e Mubarak, no distrito de Jacobabad, onde muitas pessoas vulneráveis estão reunidas. MSF está atuando no fornecimento de água potável, na melhora do saneamento nessas áreas e na prestação de serviços de saúde básica por meio de clínicas móveis.
 
Para melhorar as condições de higiene das comunidades deslocadas, agentes de saúde de MSF estão atuando em conjunto com uma equipe composta por médicos e profissionais especializados em saneamento.
 
Em julho de 2010, MSF respondeu a inundações em 15 localidades no Paquistão. Em setembro de 2011, mais uma vez, MSF levou cuidados médicos de emergência e ajuda às populações seriamente afetadas de Sindh, principalmente em Badin.
 
Desde 1986, MSF tem atuado no Paquistão com comunidades paquistanesas e refugiados afegãos vítimas de conflitos armados e desastres naturais que têm dificuldades de acesso a cuidados médicos. As equipes de MSF estão, atualmente, prestando serviços médicos de emergência gratuitos nas províncias de Kurram Agency (FATA), Khyber Pakhtunkhwa, Baluchistão e Sindh.
 
MSF recebe exclusivamente contribuições financeiras privadas de indivíduos de todo o mundo para realizar seu trabalho no Paquistão; não são aceitos financiamentos de quaisquer governos, agências doadoras ou grupos militares ou afiliações políticas.
 

Leia mais sobre