Você está aqui

MSF apoia resposta ao tsunami na Indonésia

23/12/2018
Até o momento foram registrados 843 feridos, 222 mortos e 18 desaparecidos
MSF apoia resposta ao tsunami na Indonésia

Foto: Muhamad Suryandi/MSF

Desde o início de 2018, Médicos Sem Fronteiras (MSF) mantém um projeto de saúde de adolescentes na Indonésia, apoiando o Ministério da Saúde local nos distritos de Labuan e Carita, em Pandeglang - a região que foi gravemente atingida pelo tsunami após a erupção do vulcão Anak Karakatoa, na madrugada de 22 de dezembro.

As equipes de MSF em Pandeglang responderam ao influxo de pacientes na manhã deste domingo, 23 de dezembro, quando pessoas feridas e corpos foram trazidos para os centros de saúde.

Ontem, a equipe de coordenação nacional de MSF chegou ao local poucas horas depois da emergência e imediatamente começou a apoiar os profissionais de saúde locais, priorizando as necessidades mais urgentes. Como os casos mais graves estavam sendo encaminhados para hospitais maiores na região e os corpos sendo administrados pelas autoridades locais, estamos conduzindo triagens, atividades de controle de infecções e padrões de higiene, além de oferecer suprimentos a estas instalações.

Durante o dia, mais pessoas feridas e corpos chegaram, o que exigiu atenção imediata, e é esperado que isso continue a acontecer nos próximos dias.

MSF atua permanentemente no distrito de Pandeglang e vai continuar apoiando os esforços nacionais pelo tempo que for necessário.