Você está aqui

Monróvia: Bombas atingem região próxima aos hospitais de Médicos Sem Fronteiras

25/07/2003
Monróvia: Bombas atingem região próxima aos hospitais de Médicos Sem Fronteiras

Esta manhã, bombas atingiram o bairro de Mamba Point em Monróvia, onde MSF administra dois hospitais desde que o hospital público da cidade foi obrigado a fechar um mês atrás. Uma bomba explodiu a apenas 10 metros dos portões do complexo hospitalar. As equipes de MSF já receberam mais de 50 feridos e 11 mortos.

O bombardeio intenso tornou ainda mais difícil para os profissionais de MSF oferecer a assistência médica tão necessária na cidade.

“No sábado, uma bala perdida caiu bem no meio da ala pediátrica do nosso hospital. Hoje, bombas estão explodindo bem próximo aos nossos portões. Civis, incluindo crianças, estão sendo mortos,” disse Alain Kassa, coordenador geral de MSF na Libéria. “Em Monróvia, pessoas estão morrendo de cólera e há falta séria de comida e água potável. Tememos que a situação em outras partes da Libéria também esteja terrível. Organizações de ajuda humanitária não vêm tendo acesso seguro a regiões como o município de Lofa há mais de dois anos.”

MSF apela às partes em guerra que suspendam os ataques aos civis e às poucas estruturas de saúde que continuam funcionando. Os feridos devem ter acesso livre e seguro a tratamento médico. Profissionais de saúde devem poder tratar os pacientes com segurança dentro das estruturas de saúde existentes.

Leia mais sobre