Você está aqui

Médicos Sem Fronteiras inicia atividades de saúde mental em Brumadinho

01/02/2019

A organização internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) iniciou nesta quinta-feira (31/01) uma ação de emergência em saúde mental no município de Brumadinho, em Minas Gerais. A iniciativa é voltada para coordenar e oferecer ajuda psicossocial a pessoas de todas as idades, afetadas pelo rompimento, no dia 25 de janeiro, de uma barragem de rejeitos de minério de ferro na região. O trabalho de saúde mental no local será destinado tanto a pessoas que perderam familiares e conhecidos no desastre quanto aos profissionais que trabalham nas buscas e resgates no local. As atividades incluirão primeiros socorros psicológicos e psicoeducação individualizada e em grupo.

A equipe de MSF é formada por um psiquiatra e dois psicólogos que coordenarão atividades com outras equipes, governamentais e voluntárias. O trabalho de MSF se concentra em dois locais de população vulnerável: Casa Branca e Parque da Cachoeira.

As atividades de saúde mental em Brumadinho organizam-se nos Centros de Atenção Psicossocial (CAP), do Ministério da Saúde, montados especialmente para atender as pessoas afetadas pelo rompimento da barragem. Os centros funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. O suporte de saúde mental em Brumadinho também é oferecido em outros locais, como a Estação Conhecimento e no Hospital Eduardo Menezes.

 

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar