Você está aqui

Médicos Sem Fronteiras entrega manual de segurança para equipes de saúde em Teresópolis

24/06/2007
Documento foi elaborado durante a capacitação para equipes de saúde da família que atuam em áreas de vulnerabilidade social

No dia 1º de junho, foi entregue na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Teresópolis o 'Manual de Segurança', elaborado durante a capacitação em segurança para equipes de saúde da família atuando em áreas de vulnerabilidade social. O treinamento foi realizado por Médicos Sem Fronteiras em parceria com a SMS de Teresópolis entre os dias 29 de setembro e 06 de outubro de 2006.

O documento é a compilação das sugestões fornecidas pelos profissionais das equipes de saúde da família, baseados na experiência relatada por MSF. A organização trabalhou em comunidades carentes do Rio de Janeiro durante 15 anos. Outros dois municípios também realizaram esse tipo de capacitação: Rio de Janeiro e Duque de Caxias. Uma nova oficina já está marcado para o início do mês de julho, em Belo Horizonte.

O manual foi entregue ao secretário municipal de saúde de Teresópolis, Paulo José Camandavoba, e à chefe do Departamento de Atenção Básica em Saúde da Família, Adriana Nunes, pela psicóloga Rosana Ballestero Rodrigues e pelo enfermeiro sanitarista Mauro Nunes, que ministraram a capacitação em segurança. Além dos profissionais da secretaria de saúde, estiveram presentes na cerimônia de entrega representantes das 11 unidades de saúde que participaram da oficina.

Mesmo sem ter o manual em mãos, os profissionais que participaram da capacitação no ano passado relataram que os ensinamentos já renderam resultados. "Eles agradeceram a contribuição que o treinamento lhes proporcionou. Contaram que dividiram o conhecimento com seu colegas de trabalho e a aceitação foi muito boa. Os ensinamentos já está sendo implementados no dia-a-dia das unidades", contou a psicóloga Rosana.

Os profissionais estão disseminando o conhecimento e, junto com seus companheiros de equipe, estão conseguindo enfrentar as situações adversas que vivenciam com mais facilidade. "Um médico que participou da oficina foi trabalhar em outra unidade de saúde e levou com ele as orientações que aprendeu. Lá, ele repassou as informações do treinamento e agora a unidade funciona dentro das recomendações do manual, proporcionando mais segurança para as equipes", disse Rosana.

Dos três municípios que participaram da capacitação, Teresópolis é o primeiro a receber o manual de segurança. Duque de Caxias e Rio de Janeiro ainda marcarão suas cerimônias de entrega.