Você está aqui

Mar Mediterrâneo: mais de mil pessoas resgatadas por MSF e MOAS desde início das operações

15/05/2015
Em um único dia, MY Phoenix resgata mais de 560 pessoas em cinco horas

Foto: Ikram N'gadi

As operações de busca e resgate no Mar Mediterrâneo pelo navio MY Phoenix, operado pela organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) em parceria com a organização Migrant Offshore Aid Station (MOAS, na sigla em inglês), continuam prestando assistência a centenas de pessoas que arriscam suas vidas tentando chegar à Europa.

Na manhã de 14 de maio, as equipes de MSF e da MOAS foram contatadas pelo Centro de Coordenação de Busca e Resgate Marítimo em Roma (MRCC, na sigla em inglês), informando que um barco de pesca tradicional estaria carregando cerca de 300 pessoas em perigo. Apenas duas horas depois do chamado, o resgate já havia começado e só terminou no começo da noite. Nessa operação, 561 pessoas foram resgatadas pelo navio de 18 metros.

Desses sobreviventes, 154 foram transferidos imediatamente para uma plataforma de abastecimento de petróleo, e 407 continuaram a bordo do MY Phoenix. Das pessoas que permaneceram no navio, 60 eram crianças, sendo 15 delas com menos de cinco anos; 136 mulheres; e 211 homens.

A assessora de comunicação de MSF, Gabriele Casini, relatou que “mesmo após cinco horas de trabalho de resgate sem parar, o barco de pesca ainda parecia muito cheio.”

Foram distribuídos cobertores, água e itens secos para atender às necessidades imediatas após o resgate. Os 407 sobreviventes também receberam refeições quentes e cuidados dos profissionais médicos de MSF. Clinicamente, a maioria deles está em boas condições, mas alguns precisarão de acompanhamento quando desembarcarem.

Desde 2 de maio, MSF e MOAS resgataram mais de mil pessoas, incluindo cerca de 200 mulheres e 100 crianças, e prestaram assistência no resgate de mais de 100 outras. A maioria dos sobreviventes são da Eritreia, Síria e Etiópia, e de outros países em menor escala.

Leia mais sobre