Você está aqui

Indonésia: MSF ajuda vítimas do terremoto

02/10/2009
Organização envia equipes e materiais médicos para Padang e Pariaman, as áreas mais afetadas do país

De acordo com as autoridades indonésias, mais de 750 pessoas morreram e milhares estão presas sob escombros após o forte terremoto que atingiu a costa ocidental da ilha de Sumatra na quarta-feira. O terremoto de magnitude 7,6 causou estragos principalmente nas cidades de Padang e Pariaman, gravemente afetadas.

As autoridades do país já enviaram comida e ajuda médica em quantidade significativa para a área. Médicos sem Fronteiras (MSF) tem estado em contato com as autoridades e antigos funcionários indonésios para ter uma imagem clara das necessidades e para organizar rapidamente a primeira avaliação das áreas afetadas.

Ao mesmo tempo, MSF já começou a enviar equipes de emergência para a Indonésia.

Hoje, seis especialistas estão saindo de Bruxelas com equipamento médico e de primeiros socorros. A equipe é composta por um coordenador, um enfermeiro, um psicólogo e três nefrologistas da Força-Tarefa para Socorro Renal em Desastres.

Os nefrologistas vão realizar diálises de modo a tratar pessoas sofrendo da ‘síndrome de esmagamento’, uma condição na qual o tecido muscular danificado por lesões internas graves pode liberar grandes quantidades de toxinas na corrente sangüínea e levar à insuficiência renal. Se não tratada corretamente, a ‘síndrome do esmagamento’ pode ser fatal.

Outra equipe de três especialistas em desastres naturais está saindo hoje da base de MSF no Panamá, a caminho da Indonésia. Cerca de 15 profissionais de MSF – incluindo uma equipe cirúrgica – estão prontos para sair de Bruxelas, Paris, Barcelona e Atenas nos próximos dois dias.

Materiais de ajuda humanitária e equipamentos médicos estão sendo preparados para serem enviados de Bruxelas, na Bélgica, e de Bordeaux, na França.