Você está aqui

Iêmen: MSF trata 34 feridos após ataque aéreo em acampamento para deslocados internos

30/03/2015
Desde março, a organização já tratou mais de 500 vítimas em outros confrontos no sul do país

Foto: Surinyach Anna/MSF

Mais de duas dezenas de pessoas feridas em um ataque aéreo hoje em um acampamento de deslocados internos no norte do Iêmen foram tratadas pela organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF).

Nesta manhã, o bombardeio atingiu o campo de Al Mazraq, localizado na província de Hajjah. Pelo menos 34 pessoas feridas no ataque foram levadas por uma ambulância ao hospital apoiado por MSF na cidade de Haradh. Vinte e nove pessoas chegaram mortas, entre elas mulheres e crianças. De acordo com testemunhas, o ataque aéreo pode ter deixado um número ainda maior de feridos.

“As pessoas no campo de Al Mazraq têm vivido em condições muito duras desde 2009, e agora elas sofreram as consequências de um ataque aéreo no acampamento”, disse Pablo Marco, coordenador operacional de MSF no Iêmen. “Nós pedimos a todas as partes envolvidas no conflito que poupem os civis da violência, respeitem a neutralidade das instalações e dos profissionais médicos, e permitam o acesso, sem obstáculos, de feridos à assistência médica.”

O campo de Al Mazraq foi estruturado em 2009, quando milhares de pessoas fugiram do conflito entre tropas do governo e forças Houthi na província de Saada. Aproximadamente 500 novas famílias chegaram ao acampamento nos últimos dois dias, escapando de bombardeios na região oeste de Saada.

No sul do Iêmen, MSF recebeu mais de 500 pacientes desde 19 de março em sua unidade de cirurgia de emergência em Aden, em meio a confrontos na cidade, em Lahj e outras regiões no sul do país. Na província de Ad-Dhale’, onde MSF apoia as alas de emergência do hospital Al-Nasser e em Qataba, foram admitidos 67 feridos desde 24 de março.

MSF atuou pela primeira vez no Iêmen em 1986 e tem trabalhado continuamente no país desde 2007. Atualmente, a organização mantém projetos médicos nas províncias de Sana’a, Amran, Aden e Ad-Dhale’, e oferece ajuda médica a diferentes partes do país durante emergências.

Saiba mais sobre os confrontos resultantes da situação de violência no Iêmen e a atuação de MSF na assistência aos feridos: aqui.

Leia mais sobre