Você está aqui

Iêmen: MSF condena veementemente ataque contra equipe em Ad Dhale

02/10/2018
A organização suspendeu atividades depois que sua instalação foi alvo de dois ataques em menos de uma semana
Iêmen: MSF condena veementemente ataque contra equipe em Ad Dhale

Foto: MSF

O local que servia de alojamento para a equipe da organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF) na província de Ad Dhale, no sul do Iêmen, foi alvo de explosivos na noite de segunda-feira, 1º de outubro de 2018. Felizmente, ninguém ficou ferido.

Esse foi o segundo ataque contra a instalação de MSF em menos de uma semana.

MSF condena veementemente os ataques à instalação e aos funcionários. Devido à gravidade desses ataques e à clara falta de segurança para a equipe que trabalha no local, a organização foi forçada a retirar sua equipe de Ad Dhale e suspender seus programas médicos.

MSF é uma das poucas organizações médicas que oferecem assistência humanitária à comunidade de Ad Dhale. Os ataques privam milhares de iemenitas de receber assistência médica e humanitária.

Usar a população civil e os atores humanitários como alvo é proibido sob qualquer circunstância segundo o Direito Internacional Humanitário. Isso priva a população de receber assistência humanitária. MSF pede que todas as partes do conflito, grupos armados e indivíduos respeitem e garantam a proteção dos profissionais de saúde e profissionais humanitários no Iêmen.

MSF trabalha em Ad Dhale desde 2011 e oferece assistência médica gratuita à comunidade nos distritos de Ad Dhale, Qatabah, Al Azariq e Damt.

MSF continua comprometida em apoiar a população do Iêmen e atualmente mantém 15 hospitais e centros de saúde. Também oferece apoio a mais de 16 hospitais e centros de saúde em 12 províncias do país.

Leia mais sobre