Você está aqui

Iêmen: ataques em Saada ferem dezenas e matam ao menos seis

22/01/2016
Motorista de ambulância do Ministério da Saúde morre

Por volta das 16h00 (horário local) da tarde de ontem, 21 de janeiro, o serviço de ambulância do hospital Al Gomhoury, apoiado por MSF na província de Saada, no Iêmen, foi atingido por um ataque aéreo, matando um membro da equipe do Ministério da Saúde.

O incidente aconteceu em Dhayan, a cerca de 20 quilômetros da cidade de Saada, e não longe do hospital Shiara, apoiado por MSF, que foi atingido por um projétil em 10 de janeiro.

A ambulância foi atingida quando chegava no local de um bombardeio anterior. Quando as pessoas se juntaram para assistir as vítimas, o mesmo local foi atingido novamente. O motorista e a ambulância foram atingidos por um terceiro ataque.

Duas outras cidades da região, Baqim e Al Jawf, também foram alvo de ataques aéreos na última noite. O número total de feridos e mortos ainda não é certo. MSF recebeu 40 vítimas, seis das quais, infelizmente, faleceram.

O Ministério da Saúde e as equipes de MSF estão trabalhando em capacidade máxima no hospital Al Gomhoury.

“Essa recente perda de um colega é devastadora, e demonstra a crueldade com a qual cuidados de saúde têm sido atacados no Iêmen. A pessoas ali estão sendo submetidas a esse tipo de violência diariamente. Ninguém, nem mesmo profissionais de saúde, está sendo poupado”, afirma Teresa Sancristoval, coordenadora de emergência de MSF.

Leia mais sobre