Você está aqui

Gaza: equipes de MSF oferecem apoio aos hospitais locais

30/12/2008
Médicos Sem Fronteiras enviou um primeiro caminhão com material médico e medicamentos para serem usados nas unidades de saúde

Quatro dias após o início dos bombardeios na Faixa de Gaza, os hospitais locais continuam superlotados. Até o momento, apenas integrantes da equipe nacional de Médicos Sem Fronteiras (MSF) estão na Faixa de Gaza, mas MSF está tentando conseguir permissão para que a equipe internacional também tenha acesso aos hospitais. Duas equipes começaram a atender feridos e um primeiro caminhão de material médico e medicamentos enviado por MSF conseguiu entrar nesta sexta-feira na Faixa de Gaza.

Esses materiais vão permitir que MSF reabasteça o estoque de urgência, fazendo com que consigamos suprir as estruturas hospitalares da Faixa de Gaza, que enfrentam falta de material e medicamentos. Esse caminhão contém kits de medicamentos para curar centenas de feridos, cobertores e material logístico.

Uma equipe de MSF formada por um médico e uma enfermeira está dando apoio ao Hospital de Shifa, unidade de referência de Gaza. Eles estão ajudando na triagem dos feridos e transferindo os pacientes para a clínica de MSF na cidade de Gaza para diminuir a carga do hospital, que tem recebido um grande fluxo de feridos. Nessa mesma clínica, uma segunda equipe formada por cinco pessoas – um médico, três enfermeiros e um psicoterapeuta – já conseguiu atender uma dezena de feridos. Mais 20 serão atendidos amanhã.

Uma terceira equipe de MSF espera reabrir nesta quarta-feira nossa segunda clínica pediátrica em Beit Lahia, ao norte da Faixa de Gaza, para atender as urgências infantis e também diminuir a sobrecarga do Hospital Kemal Edwan.

Caso haja segurança, uma outra equipe deve ser enviada a Khan Younis, ao sul da Faixa de Gaza, para ajudar nos hospitais Al Nasser de Khan Younis e Al Najar, em Rafah.

Leia mais sobre