Você está aqui

Exposição fotográfica retrata pacientes de HIV/Aids em projetos de MSF

22/03/2006
Entre os dias 15 de março e 29 de abril, a exposição Posithiv+ poderá ser visitada no Centro Cultural Brasil-Espanha, em Brasília. A mostra apresenta fotografias do espanhol Pep Bonet

A exposição Posithiv+ é um registro fotográfico de pacientes de HIV/Aids em projetos de Médicos Sem Fronteiras na região subsaariana, no continente africano. Pep Bonet iniciou este trabalho em 2003, na Zâmbia, acompanhando as atividades de MSF e depois seguiu com a organização para a República Democrática do Congo, Etiópia, Quênia, África do Sul, Angola, Somália e Sudão.

O principal objetivo deste trabalho foi documentar a introdução dos remédios anti-retrovirais e seu efeito sobre os portadores do vírus HIV. A exposição acompanha, em 39 imagens, o surgimento da perspectiva de vida entre os soropositivos.

Desde meados dos anos 90, Médicos Sem Fronteiras vem tratando pacientes de HIV/Aids. Atualmente, a organização oferece tratamento para mais de 57 mil pessoas vivendo com HIV/Aids, em 29 países.

Além de oferecer tratamento, MSF procura chamar a atenção da opinião pública internacional sobre a falta de acesso a medicamentos anti-retrovirais nos países onde se encontra a maior parte das pessoas portadoras do HIV/Aids. MSF também reivindica investimento para pesquisa e desenvolvimento de formulações pediátricas que tratem adequadamente crianças soropositivas.

Atualmente, existem 43 milhões de portadores do vírus HIV no mundo. Destes, 95% vivem em países em desenvolvimento, sendo que 71% no continente africano. São mais de 25 milhões de pessoas e um registro de 3,1 milhões de mortes anuais.

Pelo projeto Posithiv+, Pep Bonet mereceu o Prêmio Scherpenzeel de Fotojornalismo, em 2004, na Holanda.

Local: Centro Cultural Brasil-Espanha (SEPS 707 / 907 Lote D Asa Sul)
Data: de 15 de março a 29 de abril
Visitação: de segunda a sexta, das 09h às 21h00; sábados, das 09h às 12h00
Entrada franca
Informações: (61) 3443.9916