Você está aqui

“Eu sempre vou me lembrar de um menino que nós tratamos – ele tinha apenas 7 anos na época, mas ele era tão corajoso!”

09/08/2019
Ma Khin Myo Lwin é supervisora da equipe de enfermagem de MSF na clínica Insein, em Mianmar.
Ma Khin Myo Lwin é supervisora da equipe de enfermagem de MSF na clínica Insein, em Mianmar.

Foto: Minzayar Oo

"Sou enfermeira há quase 30 anos e gosto do meu trabalho. Mas, quando criança, eu queria me tornar professora. Durante os protestos de 1988 em Mianmar, eu era estudante universitária do segundo ano e a maioria das escolas foi fechada. A escola de enfermagem permaneceu aberta, então eu segui a carreira de enfermeira.

Eu trabalho com MSF desde 2010. Cuidar de pacientes críticos é importante para mim, saber que as pessoas precisam da nossa ajuda me motiva todos os dias.

Na clínica Insein, nossos pacientes são bastante diversos. Geralmente é mais difícil se comunicar com as crianças do que com os adultos, mas isso varia. Eu sempre vou me lembrar de um menino que nós tratamos – ele tinha apenas 7 anos de idade na época, mas era tão corajoso! Ele nasceu com HIV e veio do centro de Mianmar para Yangon com sua família para tratamento. Sua condição era grave quando ele chegou e seu tratamento foi muito difícil.

Devido à sua condição e algumas complicações, tivemos que lhe dar muitas injeções e víamos que elas eram muito dolorosas para ele. Às vezes, era muito difícil encontrar uma veia e ficava mais difícil a cada dia. Ele notou que tratá-lo era emocionalmente difícil para nós também e tentou tornar isso mais fácil, dizendo: ‘tudo bem, eu não sinto nenhuma dor, você pode aplicar as injeções em qualquer lugar’. Mas mesmo quando ele dizia isso, havia lágrimas escorrendo por suas bochechas. Nós sentimos muito por ele depois disso. Eu continuei a cuidar dele por um longo período e ele teve uma melhora notável – recentemente, ele fez o exame de admissão para o ensino médio. Ele está bem de saúde agora e foi transferido para uma clínica de descentralização do Ministério da Saúde (uma clínica menor, mais próxima de casa, onde os pacientes podem ir buscar seus medicamentos mais facilmente). Ainda estamos em contato com ele por intermédio da mãe.

Agora, estamos no processo de transferir nossos pacientes da clínica Insein para o Programa Nacional de Aids (NAP, na sigla em inglês). Asseguramos que nossos pacientes estejam estáveis o suficiente para serem transferidos e, se estiverem, garantimos que o NAP tenha todas as informações de que precisam. Nossos pacientes confiam muito em MSF e dependem de nós. Enquanto houver trabalho com MSF, continuarei trabalhando aqui."

Leia mais sobre

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar