Você está aqui

Clínicas móveis de MSF atendem milhares de pessoas após enchentes no Paquistão

18/12/2020
Equipes também distribuíram itens de higiene para 2.500 famílias
Clínicas móveis de MSF atendem milhares de pessoas após enchentes no Paquistão

Foto: Nasir Ghafoor/MSF

Algumas regiões do Paquistão foram severamente atingidas por inundações após as fortes chuvas de agosto. MSF atuou com clínicas móveis que visitaram 25 vilarejos afetados pelas enchentes em Tehsil Johi, no distrito de Dadu, na província de Sindh. Duas equipes médicas forneceram serviços ambulatoriais básicos a mais de 4 mil pacientes ao longo de um mês. MSF também distribuiu itens de socorro, incluindo kits de cozinha, de higiene e para abrigo, alcançando mais de 2.500 famílias.

Apoiando as autoridades locais, MSF tem trabalhado para restaurar as principais fontes e linhas de abastecimento de água que beneficiam mais de 60 mil pessoas em diferentes locais. Entretanto, comprimidos para o tratamento de água foram distribuídos a mais de 2.000 famílias na região.
“Nossas atividades nas áreas afetadas pelas enchentes em Sindh são parte do compromisso de MSF de apoiar as autoridades paquistanesas na resposta a emergências, incluindo desastres naturais”, disse o representante de MSF no Paquistão Aymen Abdullah. “Também doamos medicamentos às autoridades locais para apoiá-los no atendimento das necessidades médicas urgentes na área.”

Mais de 240 mil pessoas em 350 vilarejos no distrito de Dadu foram afetadas pelas inundações, que danificaram casas e destruíram estradas, limitando ainda mais o acesso das pessoas aos centros de saúde. “O período pós-inundação é crítico, pois há um alto risco de surtos de doenças transmitidas pela água, como a malária. O objetivo de nossas clínicas móveis era melhorar o acesso das pessoas aos cuidados de saúde. Tratamos pacientes com doenças respiratórias agudas, infecções de pele, malária e outras enfermidades”, informa Anna Cilliers, coordenadora médica de MSF.

MSF também está apoiando o departamento de saúde de Sindh em uma campanha de conscientização sobre prevenção e proteção contra a dengue por meio de canais de TV, redes a cabo e mídias sociais. Os casos da doença em Karachi, capital da província e cidade mais populosa do Paquistão, aumentaram recentemente.  

MSF começou a trabalhar no Paquistão em 1986 e agora oferece atendimento médico nas províncias de Baluchistão, Khyber Pakhtunkhwa e Sindh.

 

Leia mais sobre

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar