Você está aqui

Chade: Equipe internacional de MSF em Dogdoré deixa projeto após incidente de segurança

23/06/2008
Dez homens armados entraram nas casas das equipes e levaram dinheiro, equipamentos telefônicos e dois veículos

Na noite de quinta-feira passada, dia 19, a equipe de Médicos Sem Fronteiras baseada em Dogdoré, leste do Chade, foi atacada por um grupo de homens armados. Aproximadamente dez homens conseguiram entrar nas duas casas de expatriados de MSF e pediram dinheiro.

O coordenador de terreno abriu o cofre e os homens levaram o que havia dentro, equipamentos de comunicação telefônica e dois carros.

Na manhã de sexta-feira, o chefe de missão de MSF foi para Dogdoré para avaliar as circunstâncias com a equipe. Toda a equipe foi levada em um avião para Abéché. A equipe local de MSF está mantendo os programas.

Dogdoré é um vilarejo de três mil pessoas onde quase 27 mil deslocados internos foram buscar refúgio. Em junho de 2006, MSF implementou um centro de saúde e um hospital com 28 leitos no local. Suspenso em março de 2007 por razões de segurança, o programa foi reaberto no início de abril.

Durante 2007, MSF realizou cerca de 35 mil consultas médicas e internou 685 crianças e 540 adultos. Nos últimos dias, conflitos entre grupos armados na área aumentaram consideravelmente.

Leia mais sobre