Você está aqui

Campo de MSF devolve a visão para centenas de somalis

26/05/2010
Em parceria com oftalmologista somali, MSF criou um campo de cirurgia ocular para melhorar qualidade de vida em população necessitada

MSF concluiu com êxito um campo especial para cirurgias nos olhos, que objetivou devolver a visão para centenas de somalis. Entre 21 e 29 de abril, MSF, trabalhando em conjunto com o Dr. Dalmar (consultor somali de oftalmologia e chefe de Formação e Pesquisa da “Direito à Visão”), selecionou cerca de 3 mil pessoas e  operou mais de 600 delas, essencialmente devolvendo a visão à elas.

Problemas oculares, como muitos outros problemas de saúde na Somália, normalmente não são tratados. Conflitos internos, sistema de saúde deteriorado e a pobreza crônica afetam seriamente a capacidade de acesso aos cuidados de saúde por parte da população. A situação é agravada pela falta de cirurgiões no país, a maioria dos quais está concentrada em Mogadíscio, a cerca de 730 km de Galcayo.

Entretanto, problemas oculares como a catarata comum (opacificação do cristalino do olho) podem muitas vezes levar à cegueira se não tratados. O impacto sobre a vida é devastador, especialmente em um país onde muitas pessoas enfrentam uma luta diária para sobreviver. A cirurgia nos olhos pode ter um enorme impacto sobre as vidas dos pacientes, melhorando sua capacidade de viver uma vida digna e saudável.

A cirurgia ocular ocorreu em um hospital de MSF, que se destaca em Galcayo Sul por ser atipicamente movimentado. Isso ocorre pois se trata do único serviço de assistência médica gratuita na área. Ali, uma equipe de 144 funcionários somalis comprometidos prestam cuidados de saúde que salvam vidas de pacientes, alguns dos quais vindos de lugares distantes como a Etiópia para ter acesso à assistência. Os serviços incluem atendimento pediátrico, maternidade, cuidados obstétricos de emergência, alimentação terapêutica, tratamento de tuberculose e cirurgia, entre outras coisas. Além disso, MSF mantém clínicas de tuberculose e de nutrição em Galcayo Norte.

Só em 2009, as equipes de MSF em Galcayo Sul e Norte providenciaram mais de 42 mil consultas médicas, realizaram cerca de mil partos, vacinaram mais de 13 mil pessoas, realizaram 360 cirurgias e trataram mais de 800 pacientes de tuberculose.

Leia mais sobre