Você está aqui

A cada ano, 7 milhões de mulheres são hospitalizadas devido a complicações de um aborto inseguro

28/09/2020
Dia Internacional do Aborto Seguro
A cada ano, 7 milhões de mulheres são hospitalizadas devido a complicações de um aborto inseguro

Foto: Isabel Corthier/MSF

No dia 28 de setembro, Dia Internacional do Aborto Seguro, MSF alerta que esta é uma das principais causas de morte materna em todo o mundo. As estimativas são que ocorram mais de 25 milhões de abortos inseguros a cada ano - 97% deles em países em desenvolvimento - levando a pelo menos 22.800 mortes e milhões de complicações graves.

Quando uma mulher ou uma menina está determinada a interromper a gravidez, ela irá procurar um aborto, independentemente da segurança e da legalidade do procedimento. Onde os cuidados de aborto seguro não estão disponíveis, ela pode arriscar sua vida para interromper a gravidez. A pandemia COVID-19 também vem impedindo o acesso a serviços de saúde materna e reprodutiva.

Portanto, nos projetos onde nossas equipes são confrontadas diariamente com essas complicações, MSF busca reduzir a mortalidade e o sofrimento resultantes de uma gravidez interrompida de forma insegura. Por isso, a realização de abortos seguros integra o atendimento médico de MSF em parte de seus projetos.

Todo aborto seguro fornecido é um aborto inseguro evitado.

Leia mais sobre

MSF usa cookies neste site para melhorar sua experiência.
Saiba mais na

Política de Privacidade. Aceitar